Inspiração

Em resposta ao caso José Mayer, funcionárias da Globo realizam protesto contra assédio sexual

por: Vitor Paiva

Publicidade Anuncie

A denúncia de assédio realizada pela figurinista Su Tonani contra o ator José Mayer parece ter mobilizado, durante o final de semana, funcionárias de diversos escalões da Rede Globo. Hoje, terça-feira, várias dessas funcionárias foram trabalhar com uma camiseta estampada com a frase “Mexeu com uma, mexeu com todas” e a hashtag #ChegaDeAssédio. Dentre as participantes do movimento estão atrizes como Drica Moraes, Cissa Guimarães, Cassia Kiss, Sophie Charlotte, Taís Araujo, Bruna Marquezine, Nathalia Dill, Grazi Massafera, Tainá Muller, Luisa Arraes e Alice Wegmann, entre muitas outras.

EDIT_Drica
Drica Moraes
Segundo consta, a cúpula da emissora – que inicialmente havia afirmado que não comentava “assuntos internos” – apoia o protesto, tratando-o, no entanto, mais como uma manifestação ampla contra um comportamento social do que propriamente um protesto contra o ocorrido entre Meyer e a figurinista. O diretor-geral da Globo, Carlos Henrique Schroder, também declarou suporte ao movimento e, em email, pediu que diretores e chefes se aproximem e ouçam mais funcionários, a fim de evitar extremos como o ocorrido com Su Tonani.

EDIT_Cissa

Cissa Guimarães entre funcionárias da Globo

EDIT_astrid_fontenelle

Astrid Fontenelle

EDIT_Luisa

Luisa Arraes e Gabriela Bispo

O protesto também se deu pelas redes sociais, e nomes como Monica Iozzi e Mariana Ximenes postaram utilizando a hashtag. Até o fim da manhã de hoje, mais de 7 mil publicações, envolvendo a grande maioria das atrizes e funcionárias de destaque da empresa.

EDIT_nathalia-dill

Post de Nathalia Dill

EDIT_marquez

Post de Bruna Marquezine

A figurinista já havia realizado a denúncia há um mês, mas a história ganhou a mídia e consequências depois que o blog #AgoraÉQueSãoElas, da Folha de São Paulo, publicou o relato de Su. Nele, ela conta que o ator, depois de muitos assédios verbais, havia colocado a mão em sua genitália. Depois da denúncia, José Mayer foi afastado da próxima novela que estava escalado.

EDIT_cris_vianna

Cris Vianna

EDIT_TainaMuller

Tainá Muller

ATUALIZAÇÃO: Pouco depois da publicação dessa matéria, em carta aberta o ator José Mayer admitiu seu erro, pediu desculpas e comentou o ocorrido, assim como seus desdobramentos. Leia a íntegra da carta abaixo:

“Carta aberta aos meus colegas e a todos, mas principalmente aos que agem e pensam como eu agi e pensava:

Eu errei.

Errei no que fiz, no que falei, e no que pensava.

A atitude correta é pedir desculpas. Mas isso só não basta. É preciso um reconhecimento público que faço agora.

Mesmo não tendo tido a intenção de ofender, agredir ou desrespeitar, admito que minhas brincadeiras de cunho machista ultrapassaram os limites do respeito com que devo tratar minhas colegas. Sou responsável pelo que faço.

Tenho amigas, tenho mulher e filha, e asseguro que de forma alguma tenho a intenção de tratar qualquer mulher com desrespeito; não me sinto superior a ninguém, não sou.

Tristemente, sou sim fruto de uma geração que aprendeu, erradamente, que atitudes machistas, invasivas e abusivas podem ser disfarçadas de brincadeiras ou piadas. Não podem. Não são.

Aprendi nos últimos dias o que levei 60 anos sem aprender. O mundo mudou. E isso é bom. Eu preciso e quero mudar junto com ele.

Este é o meu exercício. Este é o meu compromisso. Isso é o que eu aprendi.

A única coisa que posso pedir a Susllen, às minhas colegas e a toda a sociedade é o entendimento deste meu movimento de mudança.

Espero que este meu reconhecimento público sirva para alertar a tantas pessoas da mesma geração que eu, aos que pensavam da mesma forma que eu, aos que agiam da mesma forma que eu, que os leve a refletir e os incentive também a mudar.

Eu estou vivendo a dolorosa necessidade desta mudança. Dolorosa, mas necessária.

O que posso assegurar é que o José Mayer, homem, ator, pai, filho, marido, colega que surge hoje é, sem dúvida, muito melhor.

José Mayer”

EDIT_sophie_charlotte_1

Sophie Charlotte

 

© fotos: Instagram

Publicidade Anuncie


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Os heróis anônimos que emprestaram seus corpos à luta pelos direitos civis nos EUA