Debate

Estados Unidos ganha primeiro abrigo para homens vítimas de violência doméstica

por: Tuka Pereira

Localizado na cidade de Batesville, no Arkansas, Estados Unidos, o The Taylor House é o primeiro abrigo do país para homens vítimas de violência doméstica.

Muitas pessoas não percebem que a violência doméstica também afeta os homens. Não são apenas relações homem-mulher. A violência doméstica inclui parceiros íntimos e outros membros da família”, disse Patty Duncan, diretor executivo da instituição de prevenção da violência familiar sem fins lucrativos ao Arkansas Online.

Um em cada quatro homens americanos será vítima de violência doméstica durante sua vida – ou será uma entre as mais de três milhões de vítimas de violência doméstica a cada ano. Estatisticamente, um homem é abusado por um parceiro doméstico a cada 37,8 segundos.

homem

Ainda de acordo com as estatísticas dos Centros de Controle e Prevenção, um grande número de vítimas de violência doméstica são homens e seus agressores podem ser outros homens ou mulheres.

Atualmente o abrigo possui nove camas e também inclui espaço para homens que são acompanhados por crianças. Se necessário, o local ainda possui espaço para expandir. A casa foi doada por uma família local e anteriormente a habitação abrigava homens fugindo da violência ao lado de suas mulheres.

A violência doméstica não é apenas uma questão feminina; É uma questão de família”, disse Duncan ao Arkansas Online. “Uma vítima é uma vítima e queremos ajudá-los a se tornarem sobreviventes por direito próprio”.

Todas as imagens: Reprodução

Publicidade


Tuka Pereira
Jornalista há mais de uma década e 'escrevinhadora' há muito mais tempo, Tuka Pereira aborda feminismo a gatinhos fofos com a mesma empolgação. Se existe algo que gosta mais do que escrever é carimbar o passaporte. Já esteve em boa parte do mundo e todo dinheiro que ganha gasta em viagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Apresentador da Globonews é hostilizado ao correr no calçadão em meio à coronavírus