Inovação

Parente do Shazam, este app reconhece obras de arte e oferece informações sobre quadros e esculturas

por: Redação Hypeness

Obter uma informação quase que instantaneamente, com apenas poucos cliques, é uma das grandes transformações que hoje o acesso irrestrito à internet trouxe para nossa vida cotidiana. Aplicativos como Shazam, por exemplo, reduziram a segundos as antigas incessantes buscas para descobrir o nome e o artista de uma determinada canção que esteja tocando – e um novo aplicativo agora estende esse enorme prazer da música para as artes plásticas.

Smartify6

As angústias e memórias dos apreciadores do mundo do arte serão aplacadas com o Smartify, um app capaz de “ler” obras de arte em museus e oferecer ao usuário um resumo com as principais informações do trabalho registrado.

De origem inglesa, o aplicativo reúne tecnologias de reconhecimento de imagem e realidade aumentada para escanear a obra e descobrir suas principais informações. Dados do autor, críticas, vídeos, e muito mais são oferecidos pelo Smartify, bastando apontar para o quadro ou escultura de que se deseja saber.

Smartify1

Por enquanto, somente quatro instituições oferecem o uso do aplicativo, mas a partir de maio de 2017 outros grandes museus, como Louvre, em Paris, Metropolitan, em Nova Iorque, e mais, também permitirão o Smartify – que pretende, no futuro, pode ser usado fora dos museus, a partir de uma foto, por exemplo.

Pelo visto, para se saber tudo de arte, no futuro, bastará apontar seu telefone por aí – e descobrir o que há por trás de cada obra.

Smartify3

Smartify2

Smartify5

O app permite salvar as imagens e dados das obras, e está disponível para Android e iOS.

Smartify4

© fotos: divulgação

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Drake entra no mercado de maconha e adquire 60% de marca que produzirá cannabis