Inovação

O Museu de Memes é brasileiro e é a melhor forma de eternizar a zoeira da internet

por: Vitor Paiva

Glória Pires incapaz de opinar no Oscar, Eduardo Jorge, Tapa na pantera, Luisa Marilac, Japonês da federal, John Travolta confuso, diferentona, cala a boca Galvão, Nissim Ourfali, Winona Ryder em choque, e tantos, mas tanto outros memes e virais – que costumam ser tratados como mera zoeira, simplesmente uma das mil manias derivadas da internet, passaram a ser tratadas como peças de museu, literalmente. Criado como um projeto do curso de Estudos de Mídia na Universidade Federal Fluminense (UFF), o Museu dos Memes leva justamente a zoeira a sério.

Museumeme5

Museumeme4

A ideia é catalogar e preservar a memória dos memes, para ajudar também a se compreender o próprio fenômeno, seu eventual significado e sua função social. Assim, a página reúne histórias recentes e algumas até anteriores à internet. Origem, explicação, análise e ilustração de cada meme, além de artigos, entrevistas com donos de páginas e pessoas que se tornaram memes formam o “acervo” do museu.

Museumeme8 Museumeme7

Ainda que sejam tratados como besteira, para o criador e coordenador do museu, Viktor Chagas, os memes possuem, para além de sua função cômica, uma função social – bastando olhar para as diversas hashtags de denúncia em causas, como dentro do movimento negro e feminista, para entender que tal lógica possui mais desdobramentos, possibilidades e sentidos do que imaginamos em seu aspecto mais pueril.

Museumeme9

Não há dúvidas que, para contar a história da internet no futuro, terá de se ter uma sessão dedicada aos memes, seja como for.

Museumeme3

Museumeme2

Museumeme1

© fotos: divulgação

Publicidade


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Açougue verde: Salsichas com canabidiol fazem sucesso na França