Inovação

‘Orquestra Obsoleta’ reinterpreta clássico de New Order só com instrumentos de 1930 e o resultado é incrível

por: Redação Hypeness

Quando foi lançada, a canção “Blue Monday”, da banda inglesa New Order, significava o futuro: servindo como uma ponte entre a disco music da década de 1970 e a explosão do dance e do house que marcaria o final dos anos 1980, o hit do New Order foi uma verdadeira transformação no cenário pop e nas pistas de dança do mundo.

Pois o tempo passa para tudo, e o que era o futuro hoje já completa mais de 30 anos. E para celebrar a importância dessa faixa, a Orkestra Obsolete decidiu transformar o som eletrônico e futurista de “Blue Monday”, que hoje já faz parte de um glorioso passado, em uma releitura realmente antiga – em uma versão que faz a canção soar como se tivesse sido lançada não em 1983, mas em 1933.

Formada por misteriosos músicos mascarados, A Orkestra Obsolete (ou Orquestra Obsoleta) realiza a releitura desse clássico utilizando somente instrumentos dos anos 1930: no lugar dos sintetizadores, teclados e sequenciadores do New Order, instrumentos tão antigos quanto o Dulcimer, o Harmônio, o órgão, o cistre, o teremim, copos e até uma serra. E o resultado é incrível.

A versão original, do New Order:

Curiosamente, o ato de recriar “Blue Monday” em uma versão obsoleta parece justamente revelar a perenidade jovial e a qualidade atemporal que a canção ainda possui. Um clássico, afinal, só é de fato um clássico quando ele existe fora dos juízos do tempo, como um passado que é, ao mesmo tempo, sempre um futuro por vir. Basta ouvir para começar a dançar – hoje, amanhã, em 1983 ou nos anos 1930.

© fotos: reprodução

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Açougue verde: Salsichas com canabidiol fazem sucesso na França