Inspiração

80 banhistas formam corrente humana para salvar 9 pessoas que se afogavam na Flórida

Redação Hypeness - 11/07/2017

Uma tragédia de terríveis proporções foi evitada em uma praia na Flórida, nos EUA, através da união de 80 pessoas – literalmente, em uma corrente humana. Nove pessoas começaram a se afogar, sendo seis da mesma família, e gritar por socorro, em uma parte do mar bastante afastada da areia. Ao invés de correr o risco de também se afogar, o grupo de banhistas que realizou o salvamento das nove pessoas o fez através de uma corrente humana.

Primeiro uma mulher viu seus dois filhos gritando por socorro na praia de Panama City, na Flórida. Ela entrou correndo na água, junto com o pai das crianças, um primo, a avó e outras três pessoas que decidiram ajuda-la. Acontece que, ao chegarem até o ponto onde as crianças estavam, todo o grupo percebeu que não conseguiria também sair dali, submersos em uma parte com quase 5 metros de profundidade. Foi quando os gritos por socorro começaram.

A corrente humana que se formou para salvar as pessoas conseguiu sair da areia até cerca de 100 metros mar a dentro. A avó sofreu um infarto e foi hospitalizada, mas a família, que correu sério risco de praticamente desaparecer subitamente, assim como as três pessoas que foram ajuda-la, voltaram à costa salvos, graças a algo simples porém poderoso: a união, de mão em mão, de pessoas.

© fotos: reprodução

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.


Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
District Six: a incrível (e terrível) história do bairro boêmio e LGBTQI+ destruído pelo apartheid na África do Sul