Debate

Anfitriã do Airbnb é condenada a multa e medidas corretivas após atitude preconceituosa na plataforma

por: Redação Hypeness

Publicidade Anuncie

As políticas do Airbnb são bem claras quanto a não aceitar discriminação de qualquer tipo entre anfitriões ou hóspedes. Apesar disso, é comum encontrar relatos de pessoas que foram vítimas de preconceito na plataforma, principalmente entre usuários negros.

Agora, um novo caso de preconceito foi levado à justiça. O incidente ocorreu na Califórnia, nos Estados Unidos, onde a jovem Dyne Suh havia reservado uma cabana para ela e um grupo de amigos. Inicialmente, ela conversou com a anfitriã Tami Barker e perguntou se haveria algum problema em levar dois hóspedes extras, mas ela disse que estaria tudo bem, desde que Dyne pagasse um extra pela acomodação.

A história mudou de figura quando o grupo se aproximava do local e Dyne enviou uma mensagem para a anfitriã confirmando como faria o pagamento para os hóspedes extras. Foi quando Tami disse que eles não seriam mais bem-vindos no local e que ela deveria “estar chapada” por acreditar que os quatro amigos poderiam dormir na cabana pagando apenas US$ 50 extra – embora esse fosse o valor combinado entre elas em mensagens prévias.

Fotos: Reprodução Facebook/Dyne Suh

Quando Dyne contestou que a anfitriã havia confirmado a reserva antes e depois mudado suas palavras, a resposta que ela recebeu foi recheada de preconceito: “Eu não alugaria para você mesmo que você fosse a última pessoa da terra. Uma palavra diz tudo. Asiática. É por isso que nós temos Trump. E eu não vou deixar que estrangeiros digam o que fazer neste país“, escreveu a anfitriã. Dyne é cidadã americana e vive nos Estados Unidos desde os três anos de idade.

No vídeo abaixo, a jovem conta como tudo aconteceu (em inglês):

Um acordo realizado entre o Airbnb e o Departamento de Equidade de Emprego e Habitação da Califórnia (DFEH) levou à condenação da anfitriã Tami Barker, segundo noticiou o The Guardian. Pelo caso, ela deverá pagar US$ 5.000 em danos monetários, participar de um curso em Estudos Asiáticos Americanos, participar de um painel de educação comunitária, se voluntariar em uma organização de direitos civis, além de pedir desculpas pessoais à Dyne Suh. A anfitriã também foi banida da plataforma e não poderá mais alugar suas cabanas através do site.

Publicidade Anuncie


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Torcedores visitantes são obrigados a assistir jogo em jaula na Polônia