Arte

Artista mostra o que acontece com uma parede que vem sendo grafitada há 30 anos

04 • 07 • 2017 às 05:02 Mari Dutra
Mari Dutra Criadora do Quase Nômade, contadora de histórias, minimalista e confusa por natureza, com os dois pés (e um pet) no mundo. Chega mais perto no Instagram.

Na cidade de Nijmegen, na Holanda, um espaço vem sendo palco da arte urbana desde os anos 70. É o Doornroosje, um centro de encontro hippie dos anos 70, que também ficou conhecido por ser um dos primeiros lugares na Holanda onde a maconha era fumada abertamente. Já naquela época a construção viria a receber as primeiras pinturas em sua parede – e o graffiti foi sendo refeito diversas vezes com o passar dos anos.

Recentemente, o fotógrafo Paul de Graaf clicou algumas lascas descascadas da parede, que retratam estes mais de 30 anos de história. As camadas de tinta sobrepostas são arte pura e mostram que o espaço serviu como um palco para o graffiti durante todo este tempo.

As paredes da construção são pintadas de cima a baixo, como dá para ver na foto acima. Paul compartilhou as fotografias das lascas de tinta através do Imgur em um tópico que chamou a atenção na rede.

Os registros são uma incrível peça de arte!

Na foto abaixo, Paul mostra o local exato de onde as lascas de tinta foram retiradas.

O fotógrafo usou até mesmo uma banana para dar uma dimensão do tamanho do pedaço da parede que foi descascado.

Todas as fotos © Paul de Graaf

Publicidade

Canais Especiais Hypeness