Inovação

Eles criaram um fluxograma das traições que resultaram em mortes em Game of Thrones

por: Redação Hypeness

Mesmo os fãs mais ávidos de Game of Thrones podem ficar confusos ao tentar lembrar todas as mortes causadas por traições entre os personagens que brigam pelo poder em Westeros. Afinal, o autor George R. R. Martin fez questão de mostrar logo de cara que qualquer peça pode ser eliminada no xadrez que leva até o Trono de Ferro.

Para aquecer para a sétima temporada da série, que começa no dia 16 de julho, o pessoal do site Venngage, especializado na produção de infográficos, criou u fluxograma para contabilizar todas as traições que resultaram em morte em Game of Thrones – considerando apenas o programa de TV, e não os livros.

Os dados não revelam nenhuma surpresa: os personagens mais poderosos ao final da sexta temporada são justamente os que tiveram menos pudor na hora de trair antigos aliados, e as Casas que não apelaram para traições foram praticamente dizimadas.

Não será surpresa para ninguém constatar que membros da Casa Lannister são os mais frequentemente envolvidos em esquemas do tipo, seja em traições dentro da própria família ou relacionadas a outras Casas. No total, foram 77 casos de traição compilados.

O Venngage define traições como “atos que vão contra a palavra de alguém, ou que quebram a confiança de um familiar ou aliado”. É possível ver o infográfico em tamanho maior no site, além de ler mais, em inglês, sobre as conclusões tiradas pelos criadores dos infográficos. E que venha a sétima temporada!

Gráfico mostra os objetivos por trás das traições

Imagens via Venngage

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Máscara ‘inteligente’ que se esteriliza sozinha é aposta criativa contra coronavírus