Debate

Foto rara recém-descoberta de Lennon e Yoko levanta polêmica e vale uma reflexão

por: Mari Dutra

Enquanto vasculhava um arquivo de fotos de imprensa, o britânico Rob Manuel encontrou uma fotografia de John Lennon e Yoko Ono que nunca tinha visto antes. Na imagem, os dois esperam enquanto uma senhora arruma suas camas. Foi quando Rob postou a foto no Twitter que a polêmica deslanchou.

Adoro essa foto. A empregada arrumando a cama enquanto os artistas ricos aguardam para fazer seu protesto. O fotógrafo totalmente viu o momento e o capturou“, escreveu ele na rede social no dia 7 de julho. Desde então, a imagem recebeu mais de 2 mil retweets.

Embora seja difícil encontrar referências à fotografia, como ele mesmo pontuou em uma publicação no Facebook, ela mostra um momento importante da dupla, enquanto realizava o protesto Bed-In. Segundo outro usuário do Twitter, a fotografia teria sido capturada em Montreal, no Queen Elizabeth Hotel, em 1969.

A mesma manifestação foi realizada também na suíte presidencial do Hotel Hilton Amsterdam, onde foram gravadas as cenas do filme Bed Peace. O protesto não consistia em sair às ruas, mas em ficar 12 horas por dia deitados, falando sobre a paz para imprensa internacional. O quarto era decorado com cartazes que diziam coisas como “Fique na cama” ou “Deixe seu cabelo crescer“.

Fotos: Autor desconhecido

As pessoas que viram a imagem tiveram suas opiniões sobre o assunto divididas. Alguns deles lembraram que, por ser um hotel, o serviço de quarto é padrão e não seria uma forma de exploração, enquanto outros lembraram que o casal de artistas provavelmente tratou muito bem a funcionária. Algumas pessoas realmente ficaram brabas com a ideia de que eles não foram capazes nem mesmo de fazer a própria cama e houve ainda quem pontasse que o protesto era contra a guerra e não contra o capitalismo – e, portanto, não haveria nada de errado com a imagem.

Entretanto, as circunstâncias em que a fotografia foi tirada talvez nunca venham à tona – é possível até mesmo que tudo tenha sido registrado como uma forma de dar ainda mais voz ao protesto. Mesmo assim, a opinião de Rob sobre o assunto merece uma reflexão: “Eu penso que ela fala algo sobre classe. O dinheiro te dá uma voz, uma voz que não é oferecida à pessoa que arruma sua cama“, escreveu ele no Facebook.

Ficou curioso? Veja o filme, na íntegra e em inglês:

Publicidade


Mari Dutra
Criadora do Quase Nômade, contadora de histórias, minimalista e confusa por natureza, com os dois pés (e um pet) no mundo. Chega mais perto no Instagram.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Mulher que atacou fiscal de bares durante pandemia não tem registro de engenheira química