Inovação

Garota de programa realiza rifa trocando sexo por dinheiro para a causa dos animais

por: Redação Hypeness

Garota de programa há oito anos, depois que sua pitbull ficou doente a jovem Patrícia Dias resolveu agregar outros valores ao seu trabalho, tornando-se ativista pelos animais, e utilizando o potencial de seu oficio em nome da causa. Atuando na rica região dos Jardins, em São Paulo, Patrícia organiza rifas, revertendo o dinheiro arrecadado para ONGs, alimentos e abrigos para animais. Em troca, a rifa oferece o sorteio de um programa.

Os bilhetes são vendidos costumeiramente a R$ 30, e o sorteio nasceu do próprio interesse dos clientes, segundo Patrícia, pelo tema. Seu perfil no twitter passa dos 74 mil seguidores, e mistura sensualidade e mensagens sobre os animais. Patrícia cobra entre R$ 300 e R$ 2.500 por seu trabalho, que pode ir do programa tradicional a um simples passeio pelo shopping como acompanhante.

É possível participar de iniciativas e doar dinheiro para instituições diretamente através de seu perfil no Twitter, mas suas iniciativas pessoais são seu grande diferencial. Segundo Patrícia, ela já ofereceu minutos a mais para clientes em troca não de um pagamento extra, mas sim de um pacote de ração. Suas ações seguem sempre no ar, e Patrícia pretende, com assim, não só ajudar diretamente os animais, como angariar novas pessoas para a nobre causa.

Foto postada por Patrícia, de rações adquiridas através da rifa

É importante ressaltar que não estamos estimulando a prostituição nem nada parecido com isso. Mas a prostituição existe, é uma profissão e deve ser respeitada e muito discutida. Temos plena consciência que nem todo mundo escolhe esse caminho por opção e que ele é na maioria das vezes é nocivo e doloroso, mas o fato é que Patrícia (assim como os demais seres humanos) é dona de seu próprio corpo e deveria poder escolher o que fazer com ele.

Quem se interessar por reflexões mais aprofundadas sobre o assunto, a Revista AzMina publicou um texto muito interessante chamado “O feminismo precisa aceitar as prostitutas”. Vale a leitura, a reflexão e a discussão. Não podemos nunca parar de pensar e repensar a posição da mulher na sociedade, assim como seus direitos.

© fotos: Twitter

 

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
SP recebe a maior exposição de Lego do mundo, com heróis e vilões da DC Comics