Debate

O misterioso desaparecimento da primeira mulher a sobrevoar o Atlântico tem novas pistas

por: Redação Hypeness

Publicidade Anuncie

Mais do que uma das pioneiras da aviação mundial e uma das mulheres mais famosas da história, a americana Amelia Earhart ainda é hoje uma referência e inspiração não só como aviadora, mas como mulher – como pessoa. O fascínio ao redor de sua vida se dá por seus inúmeros recordes e façanhas como pilota de avião – ela foi a primeira mulher a cruzar o oceano atlântico, em 1932, entre muitos outros feitos – sua independência e autonomia, mas também pelas circunstâncias misteriosas de sua morte, 80 anos atrás. Uma foto surgida na internet recentemente pode, porém, abrir novas possibilidades para se compreender o mistério ao redor do desaparecimento de Amelia.

Em 02 de julho de 1937, Amelia e seu navegador Fred Noonan voavam sobre o sul do Oceano Pacífico, a fim de completarem uma volta ao redor do globo – para que Amelia se tornasse também a primeira mulher a realizar tal feito – quando, através do rádio em sua última comunicação, ela informou que sua gasolina estava acabando. Em seguida, o avião desapareceu, o que levou à conclusão de que ela e Fred teriam caído no mar. Os escombros jamais foram encontrados.

Acima, Amelia e Fred; abaixo, jornal noticiando o desaparecimento do avião; “Avião de Earhart desaparece no mar”, diz a manchete

Diversas teorias tentam explicar o ocorrido, mas uma delas ganhou força com o surgimento da foto abaixo, que revelaria que Amelia e Fred teriam pousado com segurança nas Ilhas Marshall, então ocupadas pelo Japão, e capturados por forças japonesas.

Na foto, tirada de longe, é possível ver um homem que, pela feição e os traços de seu cabelo lembram muito Fred Noonan e, ao fundo, uma mulher de costas, com os icônicos cabelos curtos de Amelia. Ao imagem também mostra um barco rebocando algo que lembra o avião de Amelia.

Acima, a foto ampliada, com os detalhes em vermelho para quem seria Noonan e Earhart; abaixo, a comparação feita pela TV americana do rosto de Fred com o homem na foto

Para o ex-agente do FBI Shawn Henry, que está produzindo um documentário sobre a foto, tal prova muda a história. “Acho que isso prova sem maiores dúvidas que ela sobreviveu ao voo e foi mantida prisioneira pelos japoneses na ilha de Saipan, onde acabou por falecer”.

Talvez, portanto, essa foto tenha resolvido um dos mistérios preferidos da humanidade.

© fotos: divulgação/reprodução

 

Publicidade Anuncie


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Restaurante é acusado de entregar reserva pré-paga de cliente para blogueira