Arte

Como seriam os vídeos de culinária caso fossem dirigidos por Quentin Tarantino e Wes Anderson?

Redação Hypeness - 17/08/2017 | Atualizada em - 18/08/2017

Quando conquistam o respeito da crítica e sucesso nas bilheterias, alguns diretores de cinema acabam obtendo também o direito de exibirem em seus filmes uma espécie de ‘assinatura própria’. Cada um deles apresenta ao público sua forma particular de enxergar o mundo e é justamente isso o que torna o cinema um universo tão rico e interessante.

Já o universo gastronômico geralmente é mostrado através de vídeos simples, coloridos, didáticos e sem muitos apelos visuais além dos óbvios. No entanto, uma série de vídeos resolveu imaginar como seria se alguns diretores consagrados como Quentin Tarantino, Alfonso Cuaron, Wes Anderson e Michael Bay dirigissem vídeos do estilo.

O vídeo de Quentin Tarantino, uma receita de espaguete com almondegas foi inspirada em um de seus maiores sucessos: ‘Kill Bill’. O resultado não poderia ter sido outro além de muuuito tomate simulando sangue, obviamente.

[youtube_sc url=”https://youtu.be/55m-oJq0Lko”]

Já o vídeo de Wes Anderson, que sempre inspira seus filmes em quadrinhos e na literatura infanto-juvenil, teve a receita de S’more transformada em uma linda versão de o ‘O Grande Hotel Budapeste’.

[youtube_sc url=”https://youtu.be/51sqHeClZ3s”]

Veja o vídeo de Michael Bay:

[youtube_sc url=”https://youtu.be/aIsy3iS7SYE”]

Veja o vídeo de Alfonso Cuaron:

[youtube_sc url=”https://youtu.be/6_hpJHNt4IE”]

Publicidade

Imagens: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Fotografia de Guerra: o risco de vida em uma das profissões mais perigosas do mundo