Debate

Estilista negro apresenta desfile na SPFW e em seguida é barrado por segurança do evento

por: Redação Hypeness

O desfile da Lab, marca de street wear do rapper Emicida e de seu irmão, o estilista Evandro Fióti, foi bastante elogiado nesta edição da São Paulo Fashion Week. No entanto, a maneira com que o designer foi tratado na saída do prédio da Bienal foi inversamente proporcional à receptividade positiva com suas criações. E, de acordo com ele, isso se deve a um único motivo: racismo.

No final do desfile, Fióti deixava o local do desfile quando foi barrado de forma totalmente ríspida por um dos seguranças. O estilista estava usando pulseira de identificação que lhe dá livre acesso para circular pelo prédio, mas mesmo assim o segurança afirmou que ele não poderia passar e tentou inferioriza-lo.

Em sua página no Facebook, Fióti comentou o assunto de forma direta:

Ser preto é ser barrado pelo segurança do evento mesmo quando é da sua marca e com pulseira”.

Este foi o terceiro desfile da Lab na São Paulo Fashion Week, e, desde que a marca começou a participar do evento de moda, a passarela ganhou novas cores e formas. A Lab trouxe pretos, gordos, baixos e, obviamente representatividade.

Batizada de Avuá, esta coleção, segundo Fióti, é a mais comercial e simples da marca e vem pontuada por cores claras em jaquetas, bermudas e moletons. As roupas chegam ao site da Lab a partir de setembro, com grade de tamanhos que vai até o tamanho 58.

A grife, que inclui também a marca Lab Fantasma, existe há 8 anos.

Publicidade

Imagens: Ze Takahashi


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Estrela de comerciais por 14 anos, homem Marlboro morre sem nunca ter fumado