Sustentabilidade

Gaúchas criam calcinha absorvente reutilizável

por: Mari Dutra

As calcinhas absorventes para o período menstrual já são sensação em diversos lugares. Há algum tempo, elas se tornaram notícia aqui no Brasil quando Bela Gil declarou que usa estas calcinhas durante a menstruação para evitar o descarte de absorventes. Na época, nós até comentamos aqui sobre uma marca gringa que fabrica este tipo de lingerie, mas agora a empresa está prestes a ganhar uma concorrente brasileira, a Herself.

Criadas por um grupo de empreendedoras gaúchas, as calcinhas substituem completamente o uso de absorventes ou coletores menstruais durante o ciclo. Após o uso, elas podem ser lavadas normalmente e reutilizadas como qualquer peça do gênero. A empresa estima que, ao longo vida, uma mulher gere em média 150 kg de lixo associados à menstruação, que representa também um gasto total de aproximadamente R$ 9.000.

Além de ser uma alternativa sustentável quando comparada com os absorventes tradicionais, este tipo de calcinha é também uma boa opção para mulheres que não se adaptam ao uso de coletores menstruais. No site da empresa ainda não há informações sobre as vendas ou preço do produto, que deve começar a ser comercializado ainda neste mês. Segundo a Gaúcha, cada calcinha deverá custar entre R$ 75 e R$ 85.

Vem novidade por aí!!

A post shared by Herself (@oiherself) on

Nosso primeiro modelo teste para vocês!! tecnologia + design + sustentabilidade 🍀💛🙌

A post shared by Herself (@oiherself) on

 

 

Publicidade

Fotos: Reprodução Instagram


Mari Dutra
Criadora do Quase Nômade, contadora de histórias, minimalista e confusa por natureza, com os dois pés (e um pet) no mundo. Chega mais perto no Instagram.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Meio ambiente pode ser ainda mais ameaçado com florestas artificiais; entenda