Diversidade

História do erotismo gay foi tema de mostra fotográfica em Londres

por: Mari Dutra

Há 50 anos, a homossexualidade deixou de ser ilegal no Reino Unido, através do Ato de Ofensa Sexual de 1967. A nova lei passava a permitir o sexo entre dois homens, desde que realizado em ambiente privado e que os envolvidos tivessem mais de 21 anos. Para celebrar esta data marcante, a mostra fotográfica Model Men ganhou espaço na Menier Gallery, localizada próximo à London Bridge.

A exposição relembra a dificuldade em encontrar fotos de homens nus ou seminus antes do ato, mais especificamente no que ficou conhecido como a Era Física (entre 1945 e 1970). Como lembra o site Attitude, enviar uma nude pelos correios poderia até mesmo resultar em prisão para os envolvidos.

Para burlar a censura, um conjunto de fotógrafos e ilustradores utilizou revistas de fisiculturismo (ou que simulavam pertencer a este nicho) para divulgar imagens eróticas para o público gay. Como conta o site do curador Guy Burch, muitos destes fotógrafos tiveram seus equipamentos completamente destruídos e foram ameaçados pela justiça por estimular a cultura gay.

No local foram reunidas fotografias que poderiam ser consideradas ofensivas durante o período. E, embora tenha terminado no dia 12 de agosto, a mostra foi uma maneira de retomar a história destes fotógrafos que lutaram pela aceitação da imagem e da cultura gay no país, e influenciaram muitas gerações.

Publicidade

Fotos: Reprodução


Mari Dutra
Especialista em conteúdos digitais, Mariana vive na Espanha, de onde destila textos sobre turismo, sustentabilidade e outros mistérios da vida. Além de contribuir para o Hypeness desde 2014, também compartilha roteiros e reflexões mundo afora no blog e no Instagram do Quase Nômade.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Alta de 67% do casamento homoafetivo aponta que diversidade é caminho sem volta