Fotografia

O fotógrafo que viaja o mundo registrando as diversas e impressionantes subculturas de cada país

por: Redação Hypeness

Por debaixo das culturas dominantes mais expostas em cada cidade da mundo, das identidades e elementos mais diretamente reconhecíveis de cada lugar, sempre há uma porção de subculturas, de identidades coletivas subterrâneas, que se constroem e se afirmam muitas vezes através de causas, religiões, estilos musicais, trabalhos, vícios e virtudes que reúnem pessoas em grupos peculiares, exóticos e fortes, como partes importantes da verdadeira e plural identidade de um local.

 

A comunidade LGBT na parada gay de Praga

São esses grupos e tais subculturas que o fotógrafo checo David Tesinsky registra por todo o mundo, como que a fim de criar um mosaico mais amplo, colorido e complexo daquilo que entendemos como a cultura e a identidade de cada local.

Freiras usuárias de maconha na Bélgica

Ativistas libertários do Irã, exorcistas da Etiópia, rappers de Detroit, militares ucranianos, satanistas de sua Praga natal, comunidades LGBT de todo o mundo, moradores de favelas na Ásia, empresários japoneses, toda e qualquer subcultura, com suas idiossincrasias, linguagens e riqueza própria está na mira das lentes de Tesinsky.

Viciados em drogas de Praga

Trans em Cuba

Rastafaris na Jamaica

Rappers de Chicago, demonstrando sua opinião sobre o presidente Trump

Satanistas em Praga

Nudistas na Bélgica

Militantes muçulmanas iranianas

Moradores de uma favela japonesa

A vida sexual dos deficientes, em Praga

Exorcismo na Etiópia

Publicidade

© fotos: David Tesinsky


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Projeto fotográfico retrata beijos para celebrar o amor e a diversidade