Arte

O inacreditável encontro entre os Beatles e uma banda da Jovem Guarda num restaurante londrino em 1967

por: Vitor Paiva

O acaso opera de tal forma em nossas vidas que às vezes sonhos praticamente impossíveis se tornam realidade instantaneamente, sem que o tenhamos planejado um passo sequer. A hipótese de um grupo de jovens músicos brasileiros conseguir encontrar e conversar, em 1967, com a maior banda do mundo era impossível – mas foi o que aconteceu com os membros da banda da jovem-guarda The Jordans, que encontraram em Londres com John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr. Sim, eles conheceram os Beatles.

 

The Jordans em início de carreira, no início dos anos 1960

Como contam no vídeo abaixo, a banda viajou primeiramente à Itália para realizar um show. Estando lá, decidiram se aventurar por outros países europeus, como a Espanha e a Inglaterra. Na Espanha, descobriram que sua gravadora da época havia lançado alguns de seus discos para o mercado espanhol sem que os Jordans soubessem. Eles então compraram o disco, para levarem de volta ao Brasil como provas, e pudessem exigir o pagamento pelo lançamento. Antes de voltarem, porém, decidiram passar pela Inglaterra.

A viagem era precária e a fome era intensa quando chegaram a Londres. Um amigo então os levou para jantar em um restaurante, e foi lá que o encontro aconteceu. Primeiramente acharam se tratar de uma pessoa muito parecida com o baterista dos Beatles, Ringo Starr. Quando o grupo ia embora, no entanto, rapidamente concluíram que era impossível quatro sósias tão idênticos reunidos em Londres, a poucos metros de um laboratório fotográfico que trabalhava com os Beatles.

 

Matéria da época sobre o incrível encontro

Sem pestanejar, os membros dos Jordans largaram a comida e correram na direção dos Beatles, e tocaram a campainha de onde os quatro haviam entrado. Para espanto de todos, rapidamente a porta se abriu, e atrás dela, lá estava Ringo Starr – e atrás dele, toda a banda.

a única foto tirada do encontro

Com o pouco inglês que falavam, os Jordans conseguiram simplesmente ser convidados a entrar no prédio, onde bateram papo, cantaram Aquarela do Brasil com Ringo, deram risadas e realizaram um sonho – devidamente registrado em foto e até em vídeo (havia somente um resto de filme super8, que filmou poucos minutos do encontro, como mostra o vídeo acima).

Os discos que haviam comprado como provas na Espanha, porém, se tornaram meio que sem querer um presente para Lennon – que entendeu que estavam sendo oferecidos a ele. Valeu a pena, pois como os próprios Jordans dizem, todo mundo tem um disco dos Beatles,           mas eles sabem que, em algum lugar, os Beatles têm um disco dos Jordans.

Publicidade

© fotos: reprodução/divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Como R&B e Hip-Hop ultrapassaram o rock e se tornaram os gêneros mais ouvidos dos EUA