Sustentabilidade

Plataforma permite adotar horta e galinha pela internet e receber produção em casa

por: Mari Dutra

Há alguns anos, a internet era repleta de fazendeiros virtuais cuidando de hortas online em joguinhos como MiniFazenda e Colheita Feliz, muito populares no extinto Orkut. Agora, uma plataforma pretende levar essa brincadeira para a vida real, permitindo que você crie uma horta e uma galinha pela internet e receba a produção em casa.

É a proposta da Garde Manger, que já está em funcionamento na zona oeste de São Paulo. Através de uma plataforma online, qualquer pessoa pode escolher alimentos para plantar e adotar uma galinha virtualmente. Todos os sábados, a produção da semana chega na casa do assinante.

A vantagem é saber a origem de todos os alimentos. Os fundadores do projeto garantem que os cultivos não levam defensivos agrícolas e, de acordo com o Ciclo Vivo, as galinhas não são criadas em confinamento, em uma fazenda no município de Tatuí (SP). Os planos custam entre R$ 250 e R$ 450 ao mês e, mesmo que haja algum imprevisto (como pragas na plantação), a empresa garante uma colheira mínima. Os interessados também podem visitar a fazenda pessoalmente para acompanhar de perto a produção ou mesmo ver todas as atualizações sobre ela online na plataforma.

No momento de montar a horta, cada pessoa pode optar por iniciar um plantio novo (caso em que a colheita pode demorar até dois meses para ser recebida) ou adotar uma horta usada por outro usuário anteriormente. É possível escolher legumes, ervas e temperos, frutas, flores, e até o nome da sua galinha. Caso haja excedente, a plataforma permite oferecer estes produtos para venda ou troca por alimentos oferecidos por outras pessoas. Nesse caso, tudo é transformado em créditos virtuais e os preços variam de acordo com a demanda

Publicidade

Todas as fotos: Reprodução


Mari Dutra
Especialista em conteúdos digitais, Mariana vive na Espanha, de onde destila textos sobre turismo, sustentabilidade e outros mistérios da vida. Além de contribuir para o Hypeness desde 2014, também compartilha roteiros e reflexões mundo afora no blog e no Instagram do Quase Nômade.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
RIP planeta: geleira que desapareceu ganha lápide com alerta na Islândia