Criatividade

A teoria genial que explica o que quer dizer a letra do hit ‘Ragatanga’

por: Redação Hypeness

Dentre as muitas canções de letras absurdas a já terem feito sucesso por aqui, poucas eram tão enigmáticas e incompreensíveis quanto o hit “Ragatanga (Aserejé)” lançada em 2002 no Brasil pela girl band Rouge.

Com a mesma velocidade com que a estranha canção tomou o mundo, numa espécie de reedição requentada e menos contagiante da Macarena, tanto o Rouge quanto a banda espanhola Las Ketchup, responsável pelo lançamento no resto do mundo, desapareceram.

O enigma, porém, permaneceu: o que afinal queria dizer aquela bizarra letra do refrão?

A girl band brasileira Rouge

Las Ketchup, a girl band original espanhola que lançou ‘Ragatanga’

Quinze anos depois, porém, justamente quando o Rouge anunciou sua volta, um usuário do Twitter veio a público anunciar o impossível: ele teria desvendado o mistério. “Aserehe ra de re, de hebe tu de hebere/ Seibiunouba mahabi, an de bugui an de buididipi”, diz o refrão, e o usuário Milky Silver Chance garante ter uma explicação.

Para entendermos o que ele levantou, é preciso primeiro lembrar que a versão original, em espanhol, possui alguns pequenos detalhes diferentes da versão em português, que serão importantes para a solução do mistério. De modo geral, porém, a letra é bastante similar.

“A música começa ‘Olha lá quem vem virando a esquina, vem Diego, com toda a alegria, festejando’. Ok, o personagem principal é Diego”, ele diz, para em seguida chegar na parte em que a letra precisa ser traduzida do original em espanhol.

“‘Com a lua em suas pupilas, e seu traje de água-marinha, vão restos de contrabando’”, diz o verso original. “Dito isso, Diego estava muito, muito drogado”, confirma Milky Silver Chance.

 

E a letra continua, com Diego entrando na boate e sendo possuido pelo ritmo Ragatanga: “‘E onde não cabe mais nenhuma alma, ele chega se entregando, possuído pelo ritmo Ragatanga’ – A boate estava cheia, e Diego gosta da música”, concluimos.

Vem chegando o refrão, e descobrimos que o personagem Diego é amigo do DJ, e que este irá colocar sua música preferida. “‘E o DJ que o conhece, toca o som da meia-noite, para Diego a canção mais desejada’ – Diego é amigo do DJ, que colocará sua música favorita”.

“Diego canta mal, pois estava drogado. E qual é a música favorita dele?”

 

E aí entra a grande chave do mistério: a música preferida de Diego é o classic Rapper’s Delight, do The Sugarhill Gang, a música que em 1979 apresentou o Hip Hop para o público mundial. Como Milky Silver chegou a essa conclusão? Pois a bizarra letra do refrão de Ragatanga de fato se parece sonoramente com o início de Rapper’s Delight, se cantado rápido e displicentemente, sem preocupação com pronúncias e fonéticas corretas. “I said a hip hop the hippie the hippie/ To the hip hip hop, a you don’t stop/ The rock it to the bang bang boogie/ Say up jumped the boogie to the rhythm of the boogie/ The beat”, diz a canção pioneira do Hip Hop – que, pelo visto, é a preferida de Diego.

Trata-se, portanto, de uma profunda construção metalinguística, com uma canção mencionada dentro de outra, de modo quase subliminar. Se essa explicação é ou não é correta, jamais saberemos, mas que de fato, diante do qual bizarra é a letra original de Ragatanga, ao menos alguma coisa parece fazer sentido. Alguém aí tem alguma outra explicação?

Publicidade

© fotos: divulgação/reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
‘Não é montagem!’ Mãe toma susto ao ver imagem de filha em ultrassom