Ciência

Cientistas estão de boca aberta com a ‘cidade submarina’ criada por polvos

por: Vitor Paiva

A ideia de que os polvos são animais solitários foi desafiada por uma curiosa e singela descoberta: uma espécie de “cidade”, criada pelos próprios polvos, em que cerca de 15 animais da espécie vivem juntos, como vizinhos.

A descoberta foi batizada de Octlantis, juntando a palavra octopus (polvo, em inglês), com Atlantis, ou Atlântida, nome da lendária cidade desaparecida que estaria, segundo sua lenda, submersa.

A cidade dos polvos foi construída pelos próprios animais, empilhando e esculpindo conchas, pedra e restos e estruturas de suas presas. Tal trabalho arquitetônico criou como que tocas uma do lado das outras, onde os animais vivem. Essa não é, porém, a primeira cidade de polvos descoberta: em 2009 foi encontrada Octopolis, construída em forma similar à Octlantis – uma, inclusive, fica próxima a outra, nos mares do sudeste da Austrália.

Cada letra representa um polvo diferente vivendo em Octlantis 

Segundo os pesquisadores, tal comportamento denota que a convivência no local se dá entre polvos ao longo de diversas gerações, ainda que o número de animais possa variar vivendo nas cidades. Os polvos são, portanto, verdadeiro engenheiros do fundo do mar, além de gostarem da companhia um do outro.

Publicidade

© Fotos: David Scheel


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Coronavírus aumentou casos de dentes quebrados e dentistas falam em estresse