Diversidade

Conheça Ana Flávia Santos, primeira mulher negra a vencer o concurso da Ford Models

por: Tuka Pereira

Em 2016, 34 anos depois da criação do concurso Super Model of The World pela Ford Models no Brasil, a baiana Ana Flávia Santos foi a primeira mulher negra a vencê-lo.

Filha de um pedreiro e de uma auxiliar de serviços gerais, a jovem de 20 anos nasceu e foi criada em Mussurunga, bairro da periferia de Salvador. Em 2013 ela havia terminado a escola e estava procurando emprego, quando um amigo mostrou sua foto para o scouter Vinny Vasconcellus que rapidamente entrou em contato com ela.

Magra e com 1,78 de altura, ela mal sabia de seu potencial e beleza e só respondeu ao scouter mais de um mês depois. Logo começaram aulas de passarela e o trabalho para transformá-la em modelo. Depois disso, ganhar o concurso foi apenas consequência, pois a baiana já tinha o principal que era sua beleza natural.

Ana Flávia concorreu com outras 15 candidatas, recrutadas em várias regiões do país. Ganhou um contrato de quatro anos com a Ford Models no valor de R$ 150 mil. O concurso já revelou modelos como Adriana Lima, Camila Queiroz, Isabella Fiorentino, e Mariana Weickert.

Atualmente Ana mora em São Paulo e fez sua estreia na SPFW em março de 2017. Em entrevista concedida à Glamour, ela afirma que ser uma referência para outras meninas é uma grande responsabilidade. “Não é fácil ser negra e tentar entrar em um padrão em que a maioria é branca. Sabe aquele olhar torto? Eu já senti nos backstages“, contou.

Sua grandes referências são as cantoras Beyoncé e Rihanna, além da modelo Naomi Campbell, por serem negras empoderadas e se orgulharem de sua cor.

Orgulhosa do que vem conquistando em sua vida, quando lhe questionam se quer ser a próxima Gisele, ela responde que apenas pretende ser ‘Ana Flávia’.

Seja Ana Flávia, você é maravilhosa!

Publicidade

Imagens: Reprodução


Tuka Pereira
Jornalista há mais de uma década e 'escrevinhadora' há muito mais tempo, Tuka Pereira aborda feminismo a gatinhos fofos com a mesma empolgação. Se existe algo que gosta mais do que escrever é carimbar o passaporte. Já esteve em boa parte do mundo e todo dinheiro que ganha gasta em viagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Mulher de 74 anos dá à luz a gêmeas e se torna a mais velha do mundo a fazer um parto