Fotografia

Fotógrafa eterniza momentos íntimos vividos por casais homossexuais

por: Camila Garófalo

Ainda que os direitos da comunidade LGBT estejam sendo cada vez mais estimulados nas ruas e nas redes, o buraco é mais embaixo. Deseja-se mais do que a comunhão parcial de bens, mais do que a pensão alimentícia, mais do que mencionar o parceiro ao declarar o Imposto de Renda, mais do que o direito à adoção. Deseja-se, fortemente, o direito ao afeto. Crush Real Life é um projeto que registra momentos íntimos de casais gays, em seu carinho no fim de tarde, na nudez, no acordar e no dormir, no café da manhã, no quarto. Em casa ou na rua e onde mais for possível reverberar o direito de estar na companhia de quem se ama.


Idealizado pela fotógrafa Mari Rosa a ideia surgiu após ela se dar conta que tirava fotos apenas de famílias tradicionais brasileiras. Nesse momento chegou à conclusão de que se o objetivo era fotografar “amor” então isso deveria valer para todo o tipo de relacionamento, inclusive o homossexual. “A maioria das pessoas ainda vê isso como fora do padrão, como se relacionamentos devessem seguir uma espécie de manual, de acordos preestabelecidos. Segundo essa lógica heteronormativa, a troca de carinhos entre pessoas do mesmo sexo deve ser velada. Eu queria quebrar isso e passar através da imagem, o afeto verdadeiro e natural de qualquer outro tipo de relação”, defende.



Pensando nisso, a ribeirão pretana convidou o casal de gays Maicon Santini e Gabriel Mello que namoram há muito tempo e também o casal de lésbicas Camila de Lima (22) estudante de designer de interiores e Lorena Camara (25) estudante de artes visuais. “Eu vim de uma sucessão de relacionamentos abusivos e ela também. A gente se encontrou por acaso e não nos desgrudamos desde então. Tem sido omelhor amor do mundo, crescer junto, construir junto. Estamos noivas. A minha tatuagem é um desenho que fiz pra ela quando a gente se conheceu e significa ‘meus átomos sempre amaram seus átomos’, conta Camila.



A série de ensaios é uma sequência do projeto Woman Real Life, em que Mari fotografa com objetivo de devolver a soberania sobre o corpo da mulher “É um tema que expressa minha atuação política e social”, posiciona-se. Desde 2015 ela tem escolhido paisagens aos redores de sua cidade natal para expressar seu ponto de vista “Aqui (no interior) o feminismo ainda assusta as pessoas, muita gente me acha apelativa e deixam de me seguir nas redes sociais ou me denunciam”, desabafa.

Sua militância no audiovisual começou ao perceber que estava inserida num mercado machista desde o nascimento de sua filha Alice. “De modo geral o audiovisual tem mais espaço para homens e aqui no interior não é diferente. Precisamos ser fortes e persistentes para conseguir quebrar isso e ter a representatividade que merecemos. Eu busco algumas formas de explicar meu trabalho. Agora estou trabalhando com vídeos. Em janeiro gravamos um pré piloto de um programa sobre o projeto Woman Real Life que está disponível no youtube. Esse programa desenha a importância desse empoderamento sob nosso corpo por nós mesmas”, mostra-se.

Como mulher, Mari Rosa quer estar presente cada vez mais em projetos que enaltecem as minorias. No instagram teve sua conta deletada por causar tanta polêmica com fotos artísticas. Criou outro perfil e ganha cada vez mais seguidores ao enquanto tem suas fotografias estampando revistas como Vogue e a Trip. Sobre o direito de amar e de lutar por seus direitos Mari Rosa finaliza: “o amor é um sentimento que pode arrebatar qualquer um de nós. Sua intensidade e forma independem de orientações sexuais”.



FICHA TÉCNICA
Ensaio Maicon e Gabriel- Fotografia Mari Rosa
Direção de arte Marcela Casagrande
Ensaio Camila e Lorena – Fotografia e Direção Mari Rosa

 

Publicidade


Camila Garófalo
Camila Garófalo é cantora, compositora e publicitária. Produz sua própria carreira e escreve sempre que sente vontade. Tem um único vício: comunicar-se.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Black Friday: Ensaio reflete sobre desperdício em tempos de consumismo desenfreado