Diversidade

Gostamos: Site dá notas para filmes e séries a partir da representatividade

por: Joao Rabay

Publicidade Anuncie

Nos últimos anos, discussões sobre a importância da representatividade em filmes e séries têm ganhado cada vez mais espaço, e estudos até indicam que obras com elencos mais diversos tendem a ser mais bem sucedidas.

Mesmo assim, de forma geral, a imensa maioria das produções segue falhando ao representar minorias nas telas.

Li Lai é uma “designer virtual e nerd dos dados”, como ela mesma se define, que vive em Nova York e, no ano passado, se incomodou com a forma como algumas obras retratavam suas personagens mulheres – especificamente as séries “Game of Thrones” e “Narcos” e o filme “O Regresso”.

Depois de não obter sucesso ao procurar na internet referências que analisassem produções audiovisuais sob as lentes da representatividade, ela decidiu criar o Mediaversity, um site especializado em analisar como mulheres, minorias étnicas e pessoas LGBT são mostradas nas telas. As avaliações variam de A (melhor) a F (pior).

Hidden Figures (Estrelas Além do Tempo)

Para isso, ela e três colaboradoras analisam pessoalmente as obras de acordo com alguns critérios: quando se trata de gênero, a atenção é para o tempo que as personagens femininas têm nos programas, além da sua relevância para as histórias – enfeites mais importantes pela beleza do que pela personalidade não são o suficiente para ganhar pontos positivos.

Quanto à raça, a equipe avalia se personagens de minorias étnicas são escritas com a mesma complexidade que as brancas, e se a proporção no filme ou série corresponde à da vida real nos locais retratados. Critérios semelhantes são levados em conta para analisar a representação de personagens LGBT.

Orange Is The New Black

Li Lai ressalta que representatividade e qualidade não estão necessariamente ligadas, e diz que algumas de suas obras preferidas falham quando se trata do primeiro quesito. “O objetivo não é denegrir, mas ser um recurso para que os espectadores tenham mais informações na hora de escolher o que assistir”, considera.

As séries mais representativas, segundo o Mediaversity:

Pode não parecer pela imagem acima, mas “Crazy Ex-Girlfriend” é nota A em representatividade.

“Orange Is The New Black” (A)

“Crazy Ex-Girlfriend” (A)

“The Good Place” (A-)

“Master of None” (A-)

“Black-ish” (A-)

“I Love Dick” (A-)

“The OA” (A-)

“Queen Sugar” (A-)

“Brooklyn Nine Nine” (A-)

E os filmes mais bem avaliados:

Columbus

“Columbus” (A)

“The Fits” (A)

“Estrelas Além do Tempo” (A)

“The Incredible Jessica James” (A-)

“The Big Sick” (A-)

“Kiki – Os Segredos do Desejo” (A-)

“A Chegada” (A-)

“Moonlight: Sob a Luz do Luar” (A-)

“Rogue One: Uma História Star Wars” (A-)

The Fits

Publicidade Anuncie

Imagens: Divulgação


Joao Rabay
Gosta de ler boas histórias para aliviar a mente no meio de tantas notícias ruins. Ainda acredita que elas podem inspirar boas mudanças e fica feliz quando pode contá-las.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Conheça Torremolinos, o novo destino gay da Espanha