Debate

A radiação de Fukushima contaminou todo o Pacífico e a coisa só tende a piorar

Redação Hypeness - 11/10/2017 | Atualizada em - 18/10/2017

Um tsunami em 2011 causado por um tremor de terra causou um colapso na usina nuclear de Fukushima, no Japão, gerando o maior desastre nuclear desde Chernobyl. Com o derretimento de três reatores nucleares, houve a maior liberação de radiação na água de que se tem registro, atingindo grande parte do Oceano Pacífico. No ano passado, a usina continuava a despejar 300 toneladas de resíduos nucleares no Pacífico por dia.

Em fevereiro deste ano, uma matéria do O Globo aponta que a radiação na usina de Fukushima havia atingido os níveis mais altos desde o desastre, mostrando que o problema continua piorando. Como a radiação no local é altíssima, o ambiente não é seguro para intervenção humana.

O governo japonês estima que os custos para descontaminar a área próxima da usina e desativar o local, bem como os pagamentos referentes à compensação e armazenamento de resíduos radioativos seriam de US$ 187 bilhões. Além disso, a obra de desmantelamento da central pode demorar até 40 anos para ser concluída.

Esta semana, a justiça responsabilizou a operadora de Fukushima e o governo japonês de negligência diante da catástrofe. A sentença emitida pelos tribunais japoneses obriga o pagamento de indenização para os milhares de afetados pelo desastre.

Publicidade

Fotos: naturalflow e Digital Globe


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Paulo Gustavo: entenda embolia gasosa que piorou estado de ator internado com covid