Inovação

Após testes pelo mundo, grafiteiros criam faixa de pedestre 3D em cidade brasileira

por: Vitor Paiva

Qualquer coisa que faça os motoristas diminuírem a velocidade – e, com isso, diminuir também o número de acidentes – vale a pena, mesmo que seja um truque em 3D.

Como já foi feito em diversos países, dois grafiteiros da cidade de Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá trouxeram ao Brasil essa tecnologia simples porém eficiente: pintar faixas de pedestres em terceira dimensão.

O trabalho dos dois artistas, conhecidos como Presto VinteTreis e Babu SeteOito, foi contratado pela prefeitura, utiliza a ilusão de ótica para provocar a redução – a impressão que a pintura passa é de que são como faixas flutuantes, sólidas, que bateriam no carro. A tecnologia já foi utilizada em países como China, Índia Georgia e Islândia.

A redução da velocidade reduz também os atropelamentos, e ajuda os pedestres a atravessarem a rua com segurança. O impacto é tamanho que motoristas já chegaram a parar o carro e descerem, baterem com a mão no asfalto, para conferir a ilusão. Seja como for, importante é reduzir a velocidade – e os atropelamentos e acidentes em geral.

Respeito no trânsito é mais que necessário. Quem sabe as faixas de pedestre 3D ajudam.

Publicidade

© fotos: arquivo pessoal


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
‘Bar dos sóbrios’ oferece a alcoólatras em recuperação um ambiente seguro para socializar