Debate

Candidatas do Miss Peru anunciam números de feminicídio em vez de suas medidas

por: Redação Hypeness

A violência contra a mulher não tem limites geográficos, e no Peru a questão também é recorrente. Mas, como aqui e em tantos outros países, as mulheres têm levantado a voz para chamar atenção para o problema.

No último domingo, ao iniciar o concurso de beleza mais famoso do país, o Miss Peru, as participantes decidiram aproveitar a oportunidade para destacar os alarmantes índices de feminicídio e outras formas de violência contra a mulher.

Em vez de se apresentar falando as medidas de cada parte de seus corpos, elas elencaram os números referentes às suas regiões. “Sou Diana Rengifo, de Ucayli, e mais de 300 mulheres em meu departamento (equivalente a nossos estados) são agredidas física e psicologicamente”, disse uma das candidatas.

“Meu nome é Camila Canicoba e represento o departamento de Lima. Minhas medidas são 2.202 casos de feminicídio registrados nos últimos nove anos no meu país”, afirmou outra.

Antes do desfile em trajes de banho, Jessica Newton, uma das organizadores do concurso, aproveitou para deixar outra mensagem importante, afirmando que as mulheres são livres para agir ou se vestir como quiserem, e que nada disso dá o direito a alguém de faltar com o respeito, definir o que elas são e muito menos de tocá-las.

Publicidade

Fotos: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Celibato: a imposição católica pode estar com os dias contados