Debate

Ela descobriu os ‘nudes’ de 1890 de sua tataravó e escreveu um textão libertador

por: Redação Hypeness

Lançar suposições genéricas e conclusões apressadas sobre outras épocas, a partir de premissas igualmente generalistas e supostas, muitas vezes nos leva à ignorância sobre a realidade e a conclusões tão ingênuas quanto erradas – e um tanto moralistas. Um meme popular no mundo traz uma antiga foto de uma recatada senhora e, ao lado, a foto de uma moça de calcinha e camiseta, pousando para a câmera que traz nas mãos em um selfie.

A legenda sobre a primeira foto lê: “2016: ‘Querida, encontrei uma foto de sua avó’” e sobe a segunda, enquanto sobre a segunda foto, mais ousada e atual, outra legenda, dizendo “2090: Querida, encontrei uma foto de sua avó.’” O texto do meme claramente indica que as senhoras do passado eram mais recatadas e, por isso, mais dignas de respeito.

Uma usuária em seu Tumblr, porém, resolveu contar uma história de sua família para mostrar como a ignorância nos leva a conclusões precipitadas e irreais.

Agora, o “textão” traduzido:

“Eu já vi uma 600 variações desse meme e agora decidi lhes contar uma história”, escreveu a usuária Gallusrostromegalus. “Corria o ano de 2012. Era natal. Era o primeiro ano que eu e minha irmã estávamos de volta em casa da universidade, e nós nos sentimentos um tanto nostálgicas, então pegamos o velho álbum de fotos de família para lembrarmo-nos a todos os parentes do passado. Estávamos sentados no chão tomando chocolate quente, com um cão enroscado bem embaixo de uma árvore de natal – uma cena saída de um quadro do Norman Rockwell. 

Estávamos olhando as fotos da família por parte da minha mãe, rindo de fotos da minha avó enrolando papel higiênico no cachorro e fazendo caretas pra câmera, quando encontramos um envelope marrom.

‘Que porra é essa?’ perguntou minha irmã, enquanto eu abria o envelope. Dentro haviam quatro passagens não usadas para o Titanic, mas minha tia-avó Liz ficou doente e fez com que todos entrassem em quarentena e perdessem a viagem – e, com isso, lhes salvou a vida. 

A OUTRA coisa dentro do envelope eram sete fotos, datadas de 1890. Eram da minha tataravó. Eram ‘nudes’. E não eram ‘nudes’ de bom gosto. Eram nudes tão obscenos que não poderiam ser postados nas redes sociais

Minha tataravó tirou essas fotos há muito tempo, a fim de convencer seu marido que estava longe a voltar pra Inglaterra depois de deixá-la e se mudar pra Chicago. EU NÃO POSSO DIZER O QUÃO FORTE EU GARGALHEI. Tipo, acho que eu desmaiei de tão forte que eu gargalhei. 

Então, sim, as pessoas sempre foram assim, e seus nudes vão tornar hilário um natal em família um dia”.

Publicidade

© fotos: reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Mau gosto… Casal transforma apartamento para aluguel em cenário de Chernobyl