Debate

Em vídeo de 2005, Courtney Love pede que jovens evitem produtor de Hollywood acusado de assédio

por: Redação Hypeness

Os diversos escândalos de assédio sexual que envolveram recentemente o até então poderoso produtor de Hollywood Harvey Weinstein parecem ter aberto uma terrível porta a respeito do tratamento que mulheres sofrem nos bastidores do cinema de modo geral.

E algumas das mais importantes mulheres do mundo do entretenimento decidiram falar.

Muitas sofreram, outras tantas sabiam do que acontecia, mas uma delas, 12 anos atrás, teve coragem de dizer às câmeras o que hoje se revela: ninguém menos que a cantora e atriz Courtney Love.

Love deu voz a um problema que é tradicionalmente silenciado nos mais diversos ambientes. E, lá nos idos de 2005, ninguém quis ouvir.

 

No tapete vermelho de um evento em 2005, Courtney foi perguntada em uma entrevista sobre um conselho que daria para uma jovem artista que quisesse trabalhar em Hollywood.

“Eu vou ser difamada se disser…”, ela disse, visivelmente nervosa com o que estava prestes a fazer. “Se Harvey Weinstein te convidar para uma festa privada no seu quarto de hotel, não vá”, soltou ela em seguida.

A fala de Love, que naturalmente viralizou em vídeo diante dos últimos acontecimentos, toca nominalmente no protagonista do escândalo que viria a estourar agora, 12 anos depois.

Atrizes como Cara Delavigne, Lea Seydoux, Kate Beckinsale e diversas outras o acusam de assédio ou abuso sexual, enquanto praticamente todas as mulheres de Hollywood que vieram à tona contaram que tinham conhecimento ou ouvido falar de tais práticas pelo produtor – que foi afastado de seu trabalho.


O (ex) produtor Harvey Weinstein


“Vou ser difamada se disser isso…”

Courtney Love garante que não foi uma de suas vítimas, que que foi “banida” de Hollywood e do cinema depois de seu comentário em 2005.

Publicidade

© fotos: divulgação


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Racismo e câncer de mama: Charô Nunes fala sobre a relação entre pele, informação e tratamento