Debate

Exposição denuncia o que acontece dentro dos presídios femininos na Síria

por: Redação Hypeness

Publicidade Anuncie

Dentre os diversos horrores que atualmente o povo sírio enfrenta em um país devastado por regimes autoritários e violentos e conflitos permanentes, uma organização inglesa Rethink Rebuild Society resolveu expor um aspecto pouco mencionado mas profundamente brutal do regime de Assad: as prisões femininas e o tratamento brutal que as prisioneiras recebem na Síria.

Raramente uma prisioneira tem coragem de denunciar as torturas e o horror vivido dentro dos presídios femininos sírios.

Mas os relatos são de estupros seriais, torturas terríveis e assassinatos inclementes atrás das grades das instituições.

Por isso a organização inglesa recentemente realizou a exposição Silenced Voices: Syrian Women in Assad’s Prisons (Vozes silenciadas: Mulheres sírias nas prisões de Assad) – para tentar iluminar tais relatos e denunciar as práticas.

 

 

Publicidade

O material é escasso e as denúncias são diversas, e o evento visou justamente não só apontar tais crimes, como oferecer meios para ajudar e combater o horror nas prisões femininas do país. A exposição aconteceu em Manchester, na Inglaterra, cidade sede da Rethink Rebuild Society.

Imagens da exposição em Manchester

Há alguns anos que a Anistia Internacional tenta acessar as prisões sírias, sem sucesso. Estima-se que mais de 18 mil pessoas tenham morridos nos últimos anos em prisões no país, e um documento de cerca de 70 páginas sobre violação dos direitos humanos foi preparado pela Anistia. Como jornalistas são proibidos em tais centros, esse tipo de denuncia é fundamental.

Imagem aérea de um presídio feminino na Síria

O vídeo abaixo foi preparado pela própria Anistia Internacional.

 

Publicidade Anuncie

© fotos: reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.


X
Próxima notícia Hypeness:
Fernandinho Beira-Mar quer lançar site para vender produtos de sua marca