Inspiração

Bisavó de 76 anos realiza sonho de adolescência, se forma psicóloga e já quer trabalhar na área

Redação Hypeness - 27/11/2017 | Atualizada em - 24/10/2018

Maria José Mota Torres é uma mulher de 76 anos nascida em Sucesso, hoje distrito da cidade de Tamboril, no Ceará. Ela, que é bisavó, deixou a escola aos 13 anos, quando concluiu o 3º ano do primário. Primogênita dos 17 filhos de Antônio Mota, viúvo, foi fundamental para ajudar o pai a criar os outros filhos.

A vida dura logo de cara fez com que Maria José tivesse interrompido o sonho de se formar psicóloga, algo que desejou durante toda a adolescência.

Maria José (segunda da esq. para dir.) trancou o sonho para cuidar da família. (Foto: Arquivo Pessoal)

Décadas depois, aos 69 anos, já com filhos e netos criados, Maria voltou para a escola. Fez supletivo, concluiu o colégio e entrou na Ulbra, universidade localizada em Porto Velho, capital de Rondônia, onde vive hoje, para cursar psicologia aos 71 anos.

A estudante chegou a trancar a faculdade por um ano devido a um problema no joelho. A perseverança e vontade de realizar o que sonhou a vida toda fez com que ela tivesse forças para seguir, apresentar o Trabalho de Conclusão de Curso e ser aprovada. Agora, receberá seu diploma aos 76 anos de idade.

Maria José voltou para a faculdade e realizou seu sonho de adolescência. (Foto: Arquivo Pessoal)

 

Maria José tem seis filhos, três bisnetos e mais alguns chegando em breve. Tanta experiência de vida foi fundamental para ela apresentar o trabalho final com o tema: A percepção dos idosos sobre o envelhecimento: os desafios.

Ela abordou o envelhecimento em seu TCC. (Foto: Arquivo Pessoal)

“Entrei na faculdade com essa idade. Não repeti de ano nenhuma vez. Voltei a estudar em 2013, depois que me divorciei. Tive dificuldade natural, pela idade, pela falta de base. E agora estou concluindo o curso. Foi a conquista de uma vitória”, celebrou ela, em entrevista ao BuzzFeed.

Antônio Mota, pai de Maria, também nutria o sonho de ver a filha formada. Hoje falecido – morreu aos 96 anos -, ele cursou até o primário, mas viu os outros 16 filhos se formarem. Tudo isso, muito provavelmente, não seria possível se a primogênita não tivesse adiado seus próprios planos em prol da família.

Maria José celebra com a família a aprovação no TCC. (Foto: Arquivo Pessoal)

Engana-se quem pensa, porém, que o diploma servirá apenas como símbolo da meta alcançada. Maria José quer seguir com a profissão, respeitando as limitações impostas pelo tempo, mas sem abrir mão do objetivo.

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Parada LGBT: fotos mostram como foram as primeiras edições da marcha em NY