Inspiração

Blogueira de beleza faz tutoriais inclusivos usando linguagem de sinais e isso é apenas maravilhoso!

por: Tuka Pereira

Publicidade Anuncie

Imagine se todos os vídeos de beleza do mundo fossem feitos em um idioma que você não entendesse. Se todos os seus vloggers de beleza favoritos, todas as avaliações de produtos interessantes e todos os tutoriais fossem inacessíveis e tudo o que você pudesse fazer fosse tentar imaginar o que foi dito e nada mais.

Isso é justamente o que a comunidade surda frequentemente experimenta em plataformas como o Instagram e o YouTube, mas a blogueira de beleza, Catherine Martinez, pretende fechar esta lacuna.

Catherine não é surda, mas cria vídeos de beleza em linguagem de sinais em seu Instagram em um esforço para aumentar a conscientização sobre a inclusão de deficientes auditivos no mundo da beleza. Mas ainda mais importante, seus esforços são uma maneira de aumentar o orgulho surdo.

Enquanto a jovem compartilha suas rotinas de cuidados com a pele, vídeos de dicas e tutoriais de maquiagem, usa linguagem de sinais e legendas para tornar seus vídeos mais acessíveis a uma gama mais ampla de pessoas.

Publicidade

 

A ideia de criar esses vídeos inclusivos aconteceu enquanto estudava ciências e distúrbios comunicativos na Universidade de Nova York. Ela aprendeu linguagem gestual como parte de seu programa de graduação e, como já gostava de maquiagem, descobriu que muitos de suas colegas de classe não conseguiam utilizar plenamente os vídeos de beleza que ela frequentemente observava para desenvolver suas habilidades.

“Eles não sentiram como se encaixam na [indústria da beleza], uma vez que não há muitos recursos de beleza da cultura surda ou envolvimento”, explicou. “Acabei me surpreendendo um dia, quando algumas colegas da minha turma me pediram para traduzir o que uma blogueira estava dizendo em um tutorial. Então comecei meu canal para mudar isso“.

Publicidade Anuncie

Imagens: Reprodução


Tuka Pereira
Jornalista há mais de uma década e 'escrevinhadora' há muito mais tempo, Tuka Pereira aborda feminismo a gatinhos fofos com a mesma empolgação. Se existe algo que gosta mais do que escrever é carimbar o passaporte. Já esteve em boa parte do mundo e todo dinheiro que ganha gasta em viagens.


X
Próxima notícia Hypeness:
Graffitis denunciam que calçadas sem rampas são muros para quem é cadeirante