Decoração

Esta casa foi inteira pensada para apaixonados por gatos e livros

Redação Hypeness - 06/11/2017 | Atualizada em - 30/08/2018

Dizem que uma casa sempre reflete a personalidade de seus donos. Quem entra nesta residência localizada no Brooklyn, em Nova York, tem certeza disso. Lar de um artista, poeta e professor e de um administrador de biblioteca, o espaço foi completamente pensado para acomodar muitos livros – e também dois simpáticos gatinhos.

Praticamente toda casa conta com estantes para os livros. Na sala, a parte superior do móvel foi configurada como um caminho por onde os felinos podem passear e espreitar os humanos, enquanto as prateleiras servem como degraus para que eles alcancem os espaços mais altos.

O piso é dividido em quatro ambientes, que incluem cozinha, sala de estar, sala de jantar e sala de TV. Os gatos ganham acesso ao segundo andar da construção através de pequenos alçapões construídos especialmente para eles. Aos fundos da casa, uma parede de vidro é responsável por manter os cômodos sempre bem iluminados.

O projeto foi desenhado pelo Barker Freeman Design Office (BFDO) para refletir a personalidade de seus proprietários – e dos felinos que vivem com eles. Apesar de passar por uma reforma completa, o espaço teve especial atenção aos resíduos, que foram em sua maioria reciclados ou reutilizados.

O resultado não poderia ter sido melhor! Vem ver!

Publicidade

Todas as fotos © Barker Freeman Design Office (BFDO)


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Esta seria a casa de D. João V, o rei que foi “menino de ouro” e mulherengo, se ele vivesse em 2021