Inspiração

Motorista muda trajeto do ônibus no interior de SP para estudantes não perderem o Enem

08 • 11 • 2017 às 08:56 Tuka Pereira
Tuka Pereira Jornalista há mais de uma década e 'escrevinhadora' há muito mais tempo, Tuka Pereira aborda feminismo a gatinhos fofos com a mesma empolgação. Se existe algo que gosta mais do que escrever é carimbar o passaporte. Já esteve em boa parte do mundo e todo dinheiro que ganha gasta em viagens.

Enquanto alguns saem de casa apenas para se divertir às custas de quem chega atrasado para realizar as provas do Enem, existem pessoas maravilhosas como o sr. Geraldo que nos restabelecem a fé na humanidade.

Uma atitude simples de um motorista de ônibus salvou o dia de pelo menos 15 estudantes que estavam prestes a perder o horário de fazer a prova no Enem, no domingo (5).

Percebendo o desespero dos passageiros, seu Geraldo Casalli, de 53 anos, mudou o trajeto habitual para deixar os candidatos na porta do local onde realizariam a prova, no Unicep, em São Carlos (SP).

A história veio a público quando Angellita Silva, uma das estudantes que estava no ônibus, fez um post em agradecimento a seu Geraldo em seu Facebook.

“Então passou um Arnon de Mello linha 41, o ônibus não iria até a Unicep, só até a Associação Desportiva da Polícia Militar (ADPM). Só que, para não chegarmos atrasados, o motorista esticou até lá. Eu queria muito agradecer esse motorista. O nome dele é Geraldo! Queria dizer que nesse mundo tão desumano, encontrar pessoas como ele, que fazem o bem pelo ser humano sem obrigação nenhuma, enche a gente de esperança. Muito obrigada de verdade!”, escreveu.

Em entrevista ao G1, Seu Geraldo, que trabalha na empresa há 9 meses, disse que não teve permissão da empresa para a mudança de trajeto e espera não tomar uma advertência, mas em nota, a Suzantur, afirmou que considerou a atitude do funcionário ‘altruísta’ e que não prejudicou de nenhuma forma a rota de retorno.

Como no ônibus havia cerca de 15 pessoas que iriam fazer a prova do Enem na Unicep e sendo que os portões se fechariam às 13h, o motorista, em uma atitude altruísta, resolveu seguir por mais três quarteirões, deixando os estudante na rotatória do Unicep, sem prejudicar, de forma alguma, a rota de retorno“, afirmou a empresa em nota.

Nem todo herói usa capa. Alguns são motoristas de ônibus.

Publicidade

Canais Especiais Hypeness