Debate

Mulher joga fora talheres usados por empregada doméstica e a demite por usar o banheiro

23 • 11 • 2017 às 13:36
Atualizada em 27 • 11 • 2017 às 10:04
João Vieira
João Vieira Com seis anos de jornalismo, João Vieira acredita na profissão como uma ótima oportunidade de contar histórias. Entrou nessa brincadeira para dar visibilidade ao povo negro e qualquer outro que represente a democracia nos espaços de poder. Mas é importante ressaltar que tem paixão semelhante pela fofoca e entretenimento do mais baixo clero popular.

Um relato publicado na página do Facebook Eu, empregada doméstica, de autoria de Joyce Fernandes, a historiadora e rapper Preta Rara, que já desempenhou a função, chocou os seguidores e viralizou na web pelo tamanho do preconceito retratado.

Joyce Fernandes, a Preta Rara. (Foto: Facebook/Reprodução)

Identificada apenas como Dona Juliana, uma mulher envia mensagens pelo WhatsApp abordando a doméstica e dizendo que, apesar da boa faxina, irá dispensá-la por ouvi-la usando o banheiro. “Só temos um banheiro e você utilizou porque eu ouvi a descarga“, diz ela.

A profissional fica revoltada e responde. “Não acredito. Está me dispensando porque utilizei o banheiro? Trabalhei igual uma condenada e não tinha direito nem de utilizar o banheiro?“, argumenta.

A discussão se desenrola e a Dona Juliana fica irritada com a reação da doméstica, destilando todo seu ódio sem vergonha nenhuma. “Não me interessa, querida. Não quero esse tipo de pessoa na minha casa. Além do mais joguei os talheres e o prato que você comeu fora“, cravou.

O post onde as mensagens foram expostas é originalmente da página Faxina Boa e, desde a manhã desta quarta-feira (22), contabiliza mais de 2 mil curtidas.

Publicidade

Canais Especiais Hypeness