Arte

O guia de vinhos surrealista de Salvador Dalí

por: Redação Hypeness

O pintor catalão Salvador Dalí não era definitivamente uma pessoa usual. Dalí foi um artista no sentido mais amplo do termo, trazendo o surrealismo do movimento que ajudou a criar para cada um de seus gestos, desde pintar até simplesmente passear na rua, comer ou beber um vinho – nada em sua vida parecia estar fora de suas ambições estéticas e poéticas.

O incrível livro de culinária criado pelo pintor e recentemente relançado já mostrava que sua visão artística não tinha limites, e cozinhar para Dalí também era um gesto surrealista. Agora seu guia de vinhos também foi relançado pela editora Taschen e, como não poderia deixar de ser, a marca surrealista do artista se faz presente.

 

Lançado originalmente em 1978 com o sugestivo título Vins de Gala (Os Vinhos de Gala, em homenagem à sua eterna esposa), o livro é ilustrado por mais de 140 imagens criadas por Dalí, e os vinhos de sua seleção são classificados não através dos paradigmas usuais, como aroma, densidade, sabor ou idade, mas sim pelos sentimentos e estados de espírito que cada vinho é capaz de provocar – ao menos através da visão singular do artista.

O sistema de classificação é chamado por Dalí de “Intromissão”, e separa as bebidas em, por exemplo, “vinhos de generosidade”, “vinhos de frivolidade” e “vinhos de sensualidade”, entre outros, “na direção do alcance infinito de nossas almas”, diz Dalí.

O livro encontrava-se fora de catálogo há décadas, e foi enfim relançado. Evidentemente não se trata de um guia para os enólogos mais ortodoxos, e sim para quem deseja se inebriar das possibilidades mais poéticas que essa bebida pode nos oferecer – guiado pelo olhar sempre surrealista de um grande artista.

Publicidade

© fotos: divulgação


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Regina King arrasa como 1ª diretora negra com filme no ‘Festival de Veneza’