Inspiração

Saudades de ser mãe? Gatinha sai para brincar e volta para casa com filhote ‘adotada’

por: João Vieira

Posey era uma jovem “adolescente” felina quando deu à luz três gatinhos. Logo em seguida, ela encontrou a casa de sua futura mamãe, Claudia Wright, que se apaixonou por ela instantaneamente.

O tempo passou, os filhotes de Posey cresceram e encontraram outras famílias. Mas, aparentemente, a gata sente falta da época de mãe, já que ela resolveu encontrar outro gatinho pra chamar de seu.

A felina tem por volta de 4 anos hoje em dia e, mesmo que não seja lá muito ativa, gosta de dar umas voltas pelo bairro onde vive. Só que, um dia desses, o passeio durou mais do que o usual e, quando retornou ao lar, Posey trouxe no “colo” um novo filhote, a quem parece ter adotado.

Que amorzinho (Foto: Reprodução)

Meesy é a nova filha de Posey. (Foto: Reprodução)

Ela é tão pequena que ainda se alimenta com mamadeira. (Foto: Reprodução)

“Acho que ela sentiu falta de ter um bebê por perto e resolveu encontrar outro”, disse Claudia ao site The Dodo.

Meesy é uma gatinha com apenas 7 meses de vida. O instinto materno de Posey parece ter falado mais alto e ela não quis deixar a pobre pequena sozinha na rua, resolvendo levá-la até em casa e apresentá-la para sua mãe como o novo membro da família.

“Essa gatinha jamais foi visto aqui no bairro”, disse Claudia. “Já verifiquei e ela não pertence a ninguém. Meesy deve ter sido separada da sua mãe e acabou se encontrando com Posey por aí”, opinou.

Meesy e Posey estão muito felizes. (Foto: Reprodução)

Meesy é tão pequena e frágil que teve de ser alimentada como uma mamadeira e, quando não está no colo de Claudia, está deitada ao lado de Posey, que fez de tudo para mostrar que amor delas era real e convencer Wright a oficializá-la como novo membro da família. E parece que deu certo.

“Elas se amam e se adotaram completamente”, garantiu Claudia.

Publicidade


João Vieira
Com seis anos de jornalismo, João Vieira acredita na profissão como uma ótima oportunidade de contar histórias. Entrou nessa brincadeira para dar visibilidade ao povo negro e qualquer outro que represente a democracia nos espaços de poder. Mas é importante ressaltar que tem paixão semelhante pela fofoca e entretenimento do mais baixo clero popular.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Kathrine Switzer, a maratonista que foi agredida por ser a primeira mulher a correr a Maratona de Boston