Empreendedorismo

SÊLA anuncia site dedicado à mulher na música

por: Camila Garófalo

Como o intuito de defender o protagonismo da mulher na música foi criada a SÊLA, coletivo que reúne cantoras, compositoras, produtoras, assessoras e fotógrafas. Após realizar seu primeiro festival no início do ano, elas resolveram invadir o campo digital para dar visibilidade às mulheres artistas que atuam na cena independente. Nascia assim assim o mulhernamusica.com.br.
Para celebrar em grande estilo tal feito acontecerá, dia 9 de dezembro a partir das 20h, a Mostra SÊLA na Casa Natura Musical durante a SIM SP (Semana Internacional da Música). No line up misturam-se artistas consagradas, como Ana Cañas e Ana Larousse, nomes que tiveram destaque em 2017, entre elas Letrux (vencedora do Prêmio Multishow na categoria “disco do ano”), Luiza Lian (indicada na categoria “revelação” no Prêmio Multishow e WME Awards) e Ekena, além de cantoras e compositoras parceiras da SÊLA, representadas por Nina Oliveira, Luana Hansen e Camila Garófalo. Entre uma atração e outra, acontece uma ocupação sonora produzida pela radialista Déborah Pill. A discotecagem fica por conta da DJ Nat Jako, que toca no vinil um repertório 100% feminino. Ingressos disponíveis aqui.


Em entrevista exclusiva para o Hypeness, Fernanda Malaco, diretora comercial da SÊLA, falou sobre o site, a Mostra e os desafios que as mulheres têm de enfrentar todos os dias para terem seus trabalhos valorizados dentro e fora dos palcos. Saca só:

Qual o objetivo da SÊLA lançando o mulhernamusica.com.br?
Ainda hoje a presença feminina no mercado musical é subestimada ou esquecida, basta olhar os lineups dos grandes festivais ou ouvir 20 minutos de rádio para notar a predominância masculina no mercado musical. E essa falta de representatividade não é pela falta de profissionais talentosas e sim pela falta de abertura para que as mulheres atuem com segurança conforto e integridade. Para que ocupem espaços que lhes são negados. Nós temos dois grandes objetivos: Dar voz às mulheres que fazem parte do meio musical e também colocar as pessoas em contato com o trabalho dessas mulheres, que muitas vezes são ofuscadas pelo machismo e pela falta de oportunidades de trabalho.

Qual a importância de um “www” para divulgar trabalhos das mulheres música?
A importância do www é conseguirmos amplificar nossa mensagem e nos conectarmos com pessoas que valorizam a nossa causa (e convencermos algumas outras da importância de falarmos sobre a representatividade feminina na música). Nossa proposta é mostrar às mulheres do meio musical que elas não estão sozinhas, é incentivá-las a seguir em frente, inspirá-las  e colocá-las em contato uma com a outra para assim, serem mais fortes. A importância do www é a hiperconexão, hoje temos colaboradoras jornalistas, cantoras, instrumentistas, sociólogas, cada uma com uma essência totalmente diferente, mas acreditando na mesma causa.

Por que este line up da Mostra SÊLA?
Acho que existe um cuidado muito grande da SÊLA em sempre trazer aos eventos cantoras de diferentes estilos, cidades e etnias por isso convidamos para compor o line up da Mostra SÊLA na SIM cantoras como Letrux, Ana Cañas, Nina Oliveira e Luana Hansen. São mulheres com pegadas totalmente diferentes sabe? E acho que é essa a provocação que fica para o público no final, que não existe um estilo musical pré definido para mulheres, nem jeito de vestir ou se portar, a música serve como manifesto para todos os estilos (e é sempre muito gostoso ver a reação do público no final dos eventos surpreso com a performance da mulherada rs).
Por que você se uniu à SÊLA? Apesar de você não ser cantora, como essa causa te fortalece?
Apesar de não ser cantora e de ser péssima com instrumentos (um professor de violão já desistiu de me dar aula pra você ter ideia!), sou vítima do machismo pelo simples fato de ser mulher. Sou apaixonada por música e sempre fui a muitos shows. Sempre me incomodou a falta de mulheres no palco, ao mesmo tempo ficava (e ainda fico) vidrada quando via uma mulher tocando bateria ou simplesmente cantando. Acho mágico o poder da música, é muito louco…tem coisas que não são ouvidas quando simplesmente faladas, mas quando cantadas… a galera parece que entende, a música gera empatia, faz a gente se colocar de quem tá no palco e repensar nossas atitudes. Na minha opinião, a música é a ferramenta de transformação mais poderosa da atualidade e por isso que resolvi me juntar à SÊLA.

SERVIÇO:
O que: Mostra SÊLA – festa de lançamento do site mulhernamusica.com.br
Quando: 9 de dezembro, das 20h às 02h
Onde: Casa Natura Musical
Quanto: de R$ 20 a R$ 100.

Publicidade


Camila Garófalo
Camila Garófalo é cantora, compositora e publicitária. Produz sua própria carreira e escreve sempre que sente vontade. Tem um único vício: comunicar-se.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Loja virtual inova e oferece vestidos de noiva a partir de R$ 350