Sustentabilidade

Seria este coletor de lixo aquático a solução para os rios paulistanos?

por: Redação Hypeness

A cidade de Baltimore, nos Estados Unidos, passou décadas sofrendo com a poluição do Rio Patapsco. Do Porto Inner Harbor, construído há mais de 200 anos, muitas vezes era até difícil ver as águas, de tanta sujeira acumulada. A situação incomodava tanto o engenheiro John Kellett que ele precisou arrumar um jeito de limpar o rio.

Em 2008, ele entrou em contato com a prefeitura e se ofereceu para criar uma máquina capaz de coletar e armazenar o lixo. Batizada de Inner Harbor Water Wheel (“Roda Aquática de Inner Harbor”), a invenção acabou ganhando o apelido simpático de Mr. Trash Wheel (“Senhor Roda de Lixo”).

Trata-se de um coletor com barreiras que fazem o lixo de acumular em frente à máquina. Então, pás movidas à corrente do rio (ou por painéis solares, quando a força da água não dá conta) fazem com que os objetos sejam levados até uma esteira que desemboca em duas espécies de caçambas, constantemente esvaziadas (o projeto piloto, que ficou ativo até 2014, tinha apenas uma caçamba, mas ela não era suficiente para estocar todo o lixo do rio).

De acordo com Kellett, a principal fonte de poluição não é o lixo jogado direto nas águas, mas sim aquele descartado nas ruas, que acaba arrastado até os bueiros quando chove.

Desde 2008, mais de 9 milhões de bitucas de cigarro e 300 mil sacolas plásticas foram coletadas. Os dados são guardados para ajudar a legislação ambiental a definir novas regras. Por mês, o Mr. Trash Wheel coleta cerca de 14 mil embalagens de isopor!

Objetos curiosos, como um barril de chopp e um violão também já foram encontrados. Eles tiveram destino diferente do resto do lixo, que é incinerado e gera energia para abastecer algumas residências de Baltimore. A equipe de Kellett também tenta encontrar maneiras de reciclar os objetos coletados, mas por enquanto não há nenhum projeto ativo.

O sucesso do Mr. Trash Wheel fez com que em outro rio de Baltimore fosse instalada a Professor Trash Wheel (“Professora Roda de Lixo”). Outras cidades norte-americanas estão estudando adotar a ideia, que também seria muito bem-vinda em vários municípios brasileiros.

Publicidade

Fotos via Wikimedia Commons


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Supermercado transforma pão que não é vendido em cerveja para evitar desperdício