Sustentabilidade

Amor ao próximo? Vaticano mantem fazenda para abastecimento de carne ao Papa e cardeais

Redação Hypeness - 20/12/2017 às 11:20 | Atualizada em 20/12/2017 às 12:50

O Vaticano possui uma fazenda com cerca de 24 quilômetros em Roma, na Itália, com vista para um extenso lago e artigos arqueológicos de valor.

A Castel Gandolfo existe desde 1600 e, a partir de 2015, foi aberta para visitação do público pelo papa Francisco, que costuma passar o verão por lá. Assim, se tornou um grande ponto turístico da capital italiana.

O local possui um prédio do século 17 e comporta plantação de azeitonas, um pomar com árvores de frutas cítricas, vinhedos e espaço para criação dos animais.

Fazenda é aberta ao turismo

Entre eles, bois, vacas, coelhos, perus e galinhas. Todos – ou a maioria – são utilizados para abastecer as mesas do Vaticano com, além de carnes, queijo, iogurte e manteigas.

Segundo o site Vista-se, ao menos 70 vacas são utilizadas para a produção de 700 litros de leite distribuídos diariamente por uma marca própria. Até mesmo pinturas de paredes de prédios oficiais no Vaticano são feitas com uma mistura de leite e cal, considerada mais ecológica.

As galinhas produzem 200 ovos ao dia, e os bois servem quilos e quilos de carne. Junto dos animais, cerca de oito empregados trabalham fixamente no local.

Para algumas entidades contrárias ao abatimento e exploração de animais para consumo humano, a falta de oposição de Francisco ao regime contradiz o discurso do pontífice em prol de causas ambientais e proteção dos animais.

 

 

Publicidade

Fotos: foto 1: Daily Mail/Getty Images/Reprodução; foto 2: Pixabay; foto 3: Walks Inside Rome/Reprodução; foto 4: Divulgação


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Canais Especiais Hypeness