Debate

Há um detalhe escondido na capa da revista Time que representa muitas mulheres vítimas de abuso

João Vieira - 08/12/2017

A capa da revista Time de dezembro elegeu as mulheres integrantes do movimento #MeToo, que incentivou vítimas de assédio sexual em todo o mundo a contarem suas histórias, como “a” personalidade de 2017.

O movimento representa a onda de acusações que derrubou uma série de celebridades do sexo masculino em Hollywood, sendo o principal deles o poderoso produtor Harvey Weinstein.

Só que há um detalhe na capa que pode parecer um erro editorial, mas representa muito mais do que se pode imaginar.

O cotovelo que surge na borda direita da capa é de uma jovem que trabalha em um hospital no Texas que contou sua história, mas não quis se identificar devido ao medo de destruir sua rotina e de sua família.

Ela decidiu compartilhar sua experiência, mesmo sem querer revelar sua identidade, como um “ato de solidariedade para representar todas que não conseguiram falar“.

 

Sua presença na capa representa o imenso grupo de mulheres em todo o mundo que são assedias, abusadas e estupradas e não conseguem, por diversas razões, fazer uma denúncia ou tornar o caso público.

As mulheres do ano

Correspondente nacional da Time, Charlotte Alter disse ao BuzzFeed que a inclusão do cotovelo na capa foi “muito intencional”.

“Uma grande parte dessa história que estamos tentando contar é que, ainda que o estigma em cima disso tenha sido removido pelo movimento #MeToo, ainda é muito difícil para muitas pessoas virem a público”, completou.

Publicidade

Fotos: Reprodução


João Vieira
Com seis anos de jornalismo, João Vieira acredita na profissão como uma ótima oportunidade de contar histórias. Entrou nessa brincadeira para dar visibilidade ao povo negro e qualquer outro que represente a democracia nos espaços de poder. Mas é importante ressaltar que tem paixão semelhante pela fofoca e entretenimento do mais baixo clero popular.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.