Cobertura Hypeness

História e gastronomia se misturam nesta Feira de Natal que existe há mais de 600 anos

por: Mari Dutra

Publicidade Anuncie

O cheiro de vinho da maçã servido quente é característico. O apfelwein lembra o quentão brasileiro, mas tem um toque alemão. Com temperaturas que variam entre 0°C e 5°C nesta época do ano (e uma sensação térmica que chegou a -6°C nos últimos dias), a bebida é ideal para esquentar o corpo durante um passeio pela Feira de Natal de Frankfurt, uma das maiores da Alemanha – e também uma das mais antigas de todo o mundo.

Desde o dia 27 de Novembro deste ano, não é preciso procurar pelas barraquinhas natalinas na cidade. Elas parecem surgir no meio de qualquer passeio. Estão a poucas quadras de atrações como a Casa de Goethe e o Museu de Arte Moderna de Frankfurt (MMK) e também se encontram à beira do Rio Meno, que corta a cidade.

Quando chove, a Feira esvazia

São cerca de sete quadras com comidas típicas, decorações de Natal, pinheiros e, é claro, muito vinho quente. As principais atrações da feira ficam em pleno quarteirão Römerberg, a área mais importante – e uma das mais bonitas – da cidade antiga, e na Paulsplatz, onde fica localizada a Igreja de São Paulo.

via GIPHY

Mesmo que figura do Papai Noel esteja presente, ele está longe de ser um dos destaques do local. Afinal, a Feira de Natal de Frankfurt é mais antiga do que o bom velhinho. De acordo com o escritório de turismo de Frankfurt, os primeiros registros da feira datam de 1393 e, em 1498, o evento viveu um de seus momentos mais marcantes, sendo inclusive parte da cerimônia de casamento de um príncipe alemão, com mais de mil pessoas acompanhando a comitiva.

Se na época não havia Papai Noel, as árvores de Natal também não eram conhecidas na Alemanha. No país, elas só surgiram no início do século 19 e o primeiro registro deste tipo de decoração na literatura em língua alemã saiu justamente das mãos de um dos mais célebres moradores de Frankfurt: Johann Wolfgang von Goethe.

É claro que, nos dias de hoje, a feira tem todas as modernidades que se esperariam. Árvores de natal para todos os gostos estão dispostas próximas às principais barracas. A comida é forte e, em geral, gordurosa, o que ajuda a aquecer o corpo. Uma variedade de salsichas alemãs, pratos com batatas, crepes e doces de todos os tipos ocupam as barraquinhas. Os lugares mais disputados são fechados – chove bastante nessa época do ano – e conseguir uma mesa próxima a um aquecedor pode ser considerado um verdadeiro milagre natalino.

Nas mãos de cada pessoa, uma caneca com seu conteúdo pronto para ser esvaziado. Os vinhos quentes (glühwein, em alemão) são a atração mais disputada da feira. E, embora a Alemanha seja reconhecida por suas cervejas, elas quase não dão as caras por lá.

via GIPHY

Nenhuma bebida é servida em copo de plástico – na hora do pedido, paga-se um valor extra pela caneca ou taça e este valor é recuperado assim que o recipiente é devolvido. Também é possível levar uma caneca temática para casa por € 3 (cerca de R$12).

A Feira de Natal de Frankfurt acontece até o dia 22 de dezembro, de segunda a sábado, das 10h às 21h; e aos domingos das 11h às 21h. Confira também a programação especial clicando aqui.

Publicidade Anuncie

Foto em destaque: Daderot/Wikimedia Commons

Fotos: Mariana Dutra/Hypeness


Mari Dutra
Depois de viver na Argentina, na Irlanda e na Romênia, percebeu que poderia carimbar o passaporte mais vezes caso trabalhasse remotamente. Hoje escreve para o Hypeness e mantém um blog de viagens, o Quase Nômade, em que conta mais de suas experiências pelo mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
O restaurante inundado no Vietnã onde você come com peixes entre os pés