Debate

Na Itália, ao invés de combater a maconha é o exército que planta a erva legalmente

Redação Hypeness - 08/12/2017

No lugar de oferecer a vida em perigosos embates contra cartéis pesadamente armados em nome da vã e inócua luta policial e militar contra as drogas, na Itália, onde o uso medicinal da maconha é permitido, é o exercito quem cultiva e distribui a erva para farmácias de todo o país.

Diferentemente de outros países onde a maconha medicinal é legalizada, na Itália o exército detém o monopólio da produção da planta em todos os seus estágios. É de uma instalação militar fortemente protegida nos arredores de Florença que que sai todo o fornecimento da planta para as farmácias italianas, e assim até chegar aos pacientes.

A produção italiana ainda é modesta, mas um projeto atual pretende incentivar essa produção com cerca de 2 bilhões de euros.

 

 

 

A ideia é que depois desse investimento, a maconha seja oferecida gratuitamente para os pacientes italianos. O debate, a partir de tal proposta, se dá a respeito da qualidade da erva italiana – que, segundo consta, a produção militar não só é pequena como inferior, em comparação às produções americanas, por exemplo – como da própria capacidade e competência do exército em gerir e produzir essa quantidade maior.

Pressões cobram que o governo desburocratize não só o acesso dos pacientes à planta, como permita cultivo caseiro e venda privada da maconha medicinal.

Publicidade

© fotos: Getty Images/AFP/F. Monteforte


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.


X
Próxima notícia Hypeness:
Covid: Governo de SP exonera funcionário visto em praia durante fase vermelha