Ciência

Pesquisadores do MIT criam tatuagens feitas com bactérias que mudam de cor

por: Redacao_Hypeness

Publicidade Anuncie

Se o sentido definitivo das tatuagens é um dos aspectos mais fundamentais para os adeptos dos desenhos corporais, num futuro próximo elas poderão, em nossas peles, mudar de cor e até de formato – e um grupo de engenheiros da MIT, nos EUA, já desenvolveu um protótipo que de fato muda de cor de acordo certos estímulos.

Trata-se de uma tatuagem feita com uma tinta 3D “viva”, a partir da mistura de uma bactéria com hidrogel e nutrientes, e impressa em uma impressora 3D. Na demonstração criada pelos engenheiros, foi tatuado o desenho de uma árvore feita de circuitos eletrônicos. Sobre a pele, cada circuito se colore de acordo com químicos correspondentes colocados previamente na pele.

Publicidade

A ideia não é, porém, simplesmente revolucionar o mercado de tatuagens, mas sim, com isso, avançar pesquisas e processos científicos. Modificando os genes de tais bactérias, é possível que ela acendam em reação a sinais de outras células, tornando-se um monitor de saúde e uma fonte de informações, avisos, alarmes e mais um sem fim de possibilidades. Se hoje as tatuagens estão na moda, logo mais estarão em laboratórios e universidades, não como um adorno corporal, mas como matéria científica.


Outro exemplo de tatuagem feita com tinta “viva”

Publicidade Anuncie

© fotos: MIT


Redacao_Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.


X
Próxima notícia Hypeness:
Quem sofre de depressão se sente melhor após ouvir músicas tristes, mostra estudo