Debate

‘A série é Grey’s Anatomy e Grey sou eu’: a luta de Ellen Pompeo para ganhar um salário justo

por: João Vieira

Não existe ‘Grey’s Anatomy’ sem Ellen Pompeo. A atriz vive há 14 temporadas a doutora Meredith Grey, a clara protagonista, mas, mesmo assim, teve que lutar para conseguir um salário à altura de seu papel.

Em entrevista à The Hollywood Reporter, Pompeo conta que os produtores da série de Shonda Rhimes chegaram a usar seu companheiro de elenco, e par romântico na história, Patrick Dempsey, contra suas reivindicações.

“Agora tenho 48 anos, e finalmente cheguei ao lugar em que me sinto bem pedindo o que mereço”, disse ela para a revista. O acordo que acabou de firmar com a ABC Studios lhe garante 20 milhões de dólares (cerca de 65 milhões de reais) pelas próximas duas temporadas, algo em torno de 1,9 milhões de reais por episódio. Ela também será produtora da série, o que lhe garantirá rendimentos extras.

Ellen fechou acordo milionário

Após 12 anos protagonizando uma das produções de maior sucesso da TV norte-americana, Ellen se torna a atriz mais bem paga do setor nos Estados Unidos. O acordo confirma a realização da 15ª e 16ª temporadas de ‘Grey’s Anatomy’, algo que era tratado como incerto até então.

“Grey gerou mais de 3 bilhões de dólares para a Disney. Quando o seu rosto e a sua voz foram parte de algo que gerou esse dinheiro para uma das maiores corporações do mundo, você começa a pensar: ‘OK, talvez eu mereça uma parte disso”, afirmou ela, que levou a reivindicação diretamente para Shonda Rhimes.

Na revista, Ellen diz que por anos recebeu menos que o coprotagonista Patrick Dempsey, com quem teve um final “tumultuado”, segundo ela mesma (Patrick deixou a série em 2015).

Ellen Pompeo e Patrick Dempsey

“Para mim, a saída de Patrick da série foi um momento decisivo. Sempre o podiam usar como uma influência contra mim. ‘Não precisamos de você. Temos ele’. E fizeram isso durante anos. Não sei se também fizeram o mesmo com ele porque nunca conversamos sobre nossos acordos”, afirma ela, que segue: “Houve muitas vezes em que lhe falei de nos unirmos para negociar, mas nunca esteve interessado nisso”.

Ela conta que chegou a pedir para ganhar 5 mil dólares a mais (16.500 reais) a mais que Dempsey, o que lhe foi negado. “Poderia ter ido embora, por que não fiz isso? É minha série, sou a número um. Estou certa de que senti o mesmo que muitas outras atrizes: por que deveria deixar um grande papel por causa de um cara? Você sente esse conflito, e depois conclui: ‘Não vou deixar que um homem me tire de minha própria casa”, afirma Pompeo.

Ellen é incisiva nas críticas: “Então, o que acontece quando Patrick deixa a série? Primeiro, houve um pico de audiência, do que eu ri. Mas a verdade é que a tinta nem sequer estava seca em seus papéis de saída e já tinham um novo sujeito. Não pude acreditar em como o estúdio e a rede sentiram tão rápido que tinham de colocar um pênis ali de novo“.

A atriz contou, ainda, que se sentiu inspirada pela movimentação das mulheres em Hollywood, gerando organizações como Time’s Up, que busca proteger as mulheres dos assédios e abusos sexuais que acontecem no setor. “Estar sentada em salas cheias de atrizes ganhadoras de um Oscar escutando como foram assediadas e agredidas é aterrador. Isso me confirmou que meu caminho realmente era o correto, porque decidi me empoderar financeiramente para que nunca tenha de me esquivar de predadores e correr atrás de troféus”.

Publicidade

Fotos: Divulgação


João Vieira
Com seis anos de jornalismo, João Vieira acredita na profissão como uma ótima oportunidade de contar histórias. Entrou nessa brincadeira para dar visibilidade ao povo negro e qualquer outro que represente a democracia nos espaços de poder. Mas é importante ressaltar que tem paixão semelhante pela fofoca e entretenimento do mais baixo clero popular.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Netflix diz que não vai incluir publicidade e comerciais