Debate

Agora, James Franco é acusado por atriz de forçar cena de sexo oral sem protetor genital

por: João Vieira

Publicidade Anuncie

Era para ser o momento de maior glória na carreira de James Franco. O ator acabara de conquistar o segundo maior prêmio de Hollywood e parecia ter conseguido passar ileso da avalanche de acusações de assédio e abuso sexual que derrubou uma série de figurões da cultura pop norte-americana.

Parecia.

Em um artigo publicado pelo Los Angeles Times nesta quinta-feira (11), mais cinco mulheres acusam o ator de algum tipo de agressão sexual. Os casos vão de comportamento inapropriado até o que pode ser configurado como estupro. Agora, já são 7 as manifestações contra Franco, sendo as duas primeiras realizadas horas após ele subir ao palco do Globo de Ouro.

Tither-Kaplan relatou uma cena de orgia que fez com o ator. Na ocasião, ele simulava fazer sexo oral nas mulheres como parte da cena. Durante o ato, ele retirou o protetor vaginal delas sem consentimento e continuou a simulação. O caso teria ocorrido há três anos.

James Franco é acusado de assédio sexual por 7 mulheres

“Eu sinto que houve um abuso de poder, e havia uma cultura de exploração de mulheres que não eram celebridades, e uma cultura que as tornava dispensáveis”, disse Kaplan ao LA Times.

Das cinco moças que falaram com o jornal, quatro foram alunas de Franco em aulas de teatro e uma delas o considerava como uma espécie de mentor.

Duas delas relataram momentos de desconforto e constrangimento em sets de filmagens. Elas disseram que Franco ficava constantemente irritado quando nenhuma mulher topava fazer topless, mesmo que isso não estivesse pré-estabelecido.

James Franco tentou se explicar em programa de TV

O advogado de James Franco, Michael Plonsker, negou a veracidade das alegações feitas contra seu cliente e utilizou os comentários que o ator fez no talk show de Stephen Colbert, da CBS, como prova de que ele seria incapaz de ter esse tipo de atitude.

“Olha, na minha vida eu tenho orgulho de sempre assumir a responsabilidade das coisas que faço”, ele disse na ocasião.

 

Publicidade Anuncie

Fotos: foto 1: Reprodução; foto 2: Divulgação; foto de capa: Jay L. Clendenin / Los Angeles Times


João Vieira
Com seis anos de jornalismo, João Vieira acredita na profissão como uma ótima oportunidade de contar histórias. Entrou nessa brincadeira para dar visibilidade ao povo negro e qualquer outro que represente a democracia nos espaços de poder. Mas é importante ressaltar que tem paixão semelhante pela fofoca e entretenimento do mais baixo clero popular.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Paixão nacional: Brasileiros foram os mais ‘fieis’ ao Pornhub durante final da Copa