Arte

Artistas criam manual de autodefesa feminista ilustrado

por: Tuka Pereira

Nos últimos tempos, os movimentos #MeToo e #TimesUp colocaram o feminismo no topo da agenda pública em protestos contra agressão sexual e assédio. Então, aproveitando o ótimo momento, os ilustradores chilenos Cristian Toro e Nicolas Gonzalez decidiram colaborar colaborar com mulheres desenvolvendo um zine de serigrafia chamado Manual de Autodefesa Feminista.

Lúcido e conciso, o Manual de Autodefesa Feminista apresenta sistematicamente um guia passo a passo de autodefesa no caso de um ataque. Nicolas explica a importância de tornar o zine uma publicação universalmente acessível sem necessidade de texto para ser entendido.

As ilustrações são funcionais e retratam as mulheres atacando seus agressores usando movimentos defensivos únicos e efetivos que se assemelham a artes marciais. O uso de apenas duas cores, azul e amarelo, mantém os desenhos simples e claros, destacando movimentos cruciais cercando as partes relevantes do corpo.

O Manual de Autodefesa Feminista é uma coreografia de instruções que convida o leitor a seguir seus passos e executar a arte, convidando o leitor a tocar, rabiscar, dobrar e se envolver com a publicação.

 

Inspirados por vários gêneros da cultura popular, essas histórias ilustradas criticam a cultura dominante do patriarcado violento e da feminilidade passiva. O Manual de Autodefesa Feminista foi publicado pela microempresa feminista Microeditorial Amistad.

Publicidade

Imagens: Reprodução


Tuka Pereira
Jornalista há mais de uma década e 'escrevinhadora' há muito mais tempo, Tuka Pereira aborda feminismo a gatinhos fofos com a mesma empolgação. Se existe algo que gosta mais do que escrever é carimbar o passaporte. Já esteve em boa parte do mundo e todo dinheiro que ganha gasta em viagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Sandy e Junior ganha exposição gratuita inédita em São Paulo