Viagem

Conheça as 10 cidades mais igualitárias do Brasil

por: Redação Hypeness

Dias atrás, a ONG britânica Oxfam lançou a última versão de seu relatório sobre distribuição de renda, apontando que as cinco pessoas mais ricas do Brasil possuem patrimônio equivalente à soma de toda a metade mais pobre da população.

Embora o país esteja entre os mais desiguais do planeta, há alguns exemplos de cidades que vão no sentido contrário. De acordo com dados do Atlas de Desenvolvimento Humano do Brasil, elaborado em 2013, quase todas as cidades mais igualitárias do país estão na região Sul, exceção para uma aparição do Sudeste.

O Atlas leva em conta o Coeficiente de Gini, o índice mais aceito na hora de calcular a desigualdade, com uma classificação que varia de 0 (uma sociedade em que todos têm a mesma renda) e 1 (uma sociedade em que uma só pessoa concentra 100% da renda).

No ranking Relatório de Desenvolvimento Humano, elaborado pela ONU a partir de dados de 2015, o Brasil era o décimo país mais desigual do planeta, marcando 0,515 no Coeficiente de Gini. A Ucrânia era o mais igualitário, com 0,241.

Vale lembrar que o Coeficiente de Gini é apenas um dos indicadores que ajudam a analisar a distribuição econômica e a qualidade de vida de um local, e que distorções podem aparecer – locais mais pobres, mas com menos desigualdade, não necessariamente serão melhores que outros mais ricos, mas com problemas na distribuição de renda.

As 10 cidades mais igualitárias do Brasil, de acordo com o Atlas de Desenvolvimento Humano de 2013, são:

1 – São José do Hortêncio (RS)

Índice de Gini (Atlas 2013) – 0,28

População – 4.094

2 – Botuverá (SC)

Índice de Gini (Atlas 2013) – 0,28

População – 4.468 habitantes

3 – Alto Feliz (RS)

Índice de Gini (Atlas 2013) – 0,29

População – 2.917 habitantes

4 – São Vendelino (RS)

Reprodução – Youtube 

Índice de Gini (Atlas 2013) – 0,29

População – 1.944 habitantes

5 – Vale Real (RS)

Índice de Gini (Atlas 2013) – 0,29

População – 5.118 habitantes

6 – Santa Maria do Herval (RS)

Reprodução – Youtube

Índice de Gini (Atlas 2013) – 0,30

População – 6.053 habitantes

7 – Campestre da Serra (RS)

Índice de Gini (Atlas 2013) – 0,31

População – 3.247 habitantes

8 – Tupandi (RS)

Cred: Prefeitura de Tupandi

Índice de Gini (Atlas 2013) – 0,31

População – 3.924 habitantes

9 – Córrego Fundo (MG)

Índice de Gini (Atlas 2013) – 0,32

População – 5.790 habitantes

10 – Morro Reuter (RS)

Índice de Gini (Atlas 2013) – 0,32

População – 5.676 habitantes

Publicidade

Fotos: Divulgação/Administrações Municipais

Com informações da Exame


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Rio de Janeiro inaugura maior roda gigante da América Latina; veja fotos