Inspiração

Esta mulher já resgatou e cuidou de cerca de 400 bebês morcego

Tuka Pereira - 18/01/2018

Há 11 anos Denise Wade vem ajudando a reabilitar morcegos do tipo ‘raposa voadora’ e, anualmente, o número paira em torno de 400. Apesar de cuidar de tantos, ela ainda se lembra do primeiro, uma órfã chamada Amber. “Eu ainda tenho sua foto na minha carteira”, contou ao National Geographic.

Denise não é veterinária ou uma oficial de vida selvagem por profissão, mas apenas uma voluntária do Bat Conservation Rescue Queensland em Brisbane, Austrália. Ela cuida de morcegos em sua própria casa.

Tudo começou quando ela conheceu uma raposa voadora em um evento de conservação. “Quando eu conheci minha primeira raposa voadora, não consegui acreditar”, disse. “Eu me apaixonei e muito rapidamente decidi me vacinar e obter uma licença especial para reabilitá-los”.

Em seu quintal Denise possui um pequeno aviário onde os morcegos em recuperação podem voar. Ela cuida simultaneamente de até 60 morcegos. Denise mantém mangas e outras frutas de cordas para simular o comportamento dos mamíferos na natureza.

Ela tem quase 300 mil pessoas que a seguem no Facebook e 28 mil no YouTube que sempre acompanham suas aventuras com seus pequenos. É ali que ela levanta mão de morcegos órfãos, empurrando-os em toalhas e dando-lhes chupetas em forma de bastão para mamar.

Os morceguinhos com seus olhos grandes, bochechas gordas e orelhas pontudas, reccebem até 1 milhão de visualizações por vídeo. Muitos espectadores comentam que os animais feridos se parecem com cães e outros dizem que não sabiam que os morcegos poderiam ser tão fofos.

Muitos dos órfãos em sua casa são encontrados depois que suas mães são eletrocutadas por linhas de energia ou atacadas por cães. Algumas das lesões mais perturbadoras ocorrem quando os morcegos ficam presos em cercas de arame farpado. O mais comum, no entanto, vem de rede protetoras penduradas em árvores frutíferas.

Publicidade

Imagens: Reprodução


Tuka Pereira
Jornalista há mais de uma década e 'escrevinhadora' há muito mais tempo, Tuka Pereira aborda feminismo a gatinhos fofos com a mesma empolgação. Se existe algo que gosta mais do que escrever é carimbar o passaporte. Já esteve em boa parte do mundo e todo dinheiro que ganha gasta em viagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.