Debate

James Franco diz apoiar mulheres e responde acusações de assédio: ‘Se errei, vou consertar’

por: João Vieira

James Franco se manifestou pela primeira vez sobre as acusações de assédio das quais foi alvo logo após vencer o Globo de Ouro no domingo (7). O ator, que aceitou o prêmio com um pin da campanha Time’s Up, que encoraja mulheres justamente a denunciarem seus agressores, foi apontado como assediador por diversas atrizes que teriam trabalhado com ele.

Uma das estrelas do filme oitentista Clube dos Cinco, Ally Sheedy publicou uma sequência de tweets misteriosos sobre Franco durante o Globo de Ouro. Ela trabalhou com o ator em uma peça em 2014.

“Por que um homem está apresentando [o Globo de Ouro]? Por que deixaram James Franco entrar? Falei demais, boa noite. Ok, espera. Adeus. Christian Slater e James Franco juntos em uma mesa no Globo de Ouro. James Franco acabou de ganhar. Por favor, nunca me perguntem a razão de eu ter deixado o mundo do cinema/TV”. 

Ally Sheedy em ‘Clube dos Cinco’

Ela apagou os tweets em seguida e não ficou claro exatamente o que quis dizer. As palavras de Sheedy e as acusações feitas por outras atrizes, uma delas dizendo que teve sua cabeça empurrada por Franco contra seu pênis exposto, foram tratadas pelo ator durante participação no talk show de Stephen Colbert na CBS, popular canal de TV dos Estados Unidos.

James Franco falou sobre acusações de assédio

“Surgiram algumas coisas no Twitter, eu não as li. Mas fiquei sabendo. Eu não faço ideia do que fiz com Ally Sheedy. Eu não tive nada além de bons momentos com ela. Tenho total respeito por ela e não sei porque ela está chateada. Ela retirou o tweet e eu não posso falar por ela”, ele começou.

“As outras… Na minha vida, eu me orgulho em assumir responsabilidade por coisas que fiz. Eu tenho que fazer isso para manter minha saúde. Eu assumo quando sei que há algo errado que precisa ser mudado. Eu me obrigo a fazer isto”, afirmou.

Em seguida, Franco diz que os relatos feitos pelas supostas vítimas são imprecisos. “As coisas que ouvi que estavam no Twitter são imprecisas, mas eu apoio completamente as pessoas que estão falando e estão sendo ouvidas, porque elas não foram ouvidas por muito tempo. Então eu não quero refutá-las de alguma maneira, eu acho um movimento positivo e apoio”.

Franco foi premiado por trabalho em ‘Artista do Desastre’

Ao finalizar, ele diz que, se errou, pretende consertar: “Eu não posso viver se há restituições a serem feitas. Se eu fiz algo errado, eu vou consertar. Eu tenho que fazer isso. Eu não sei o que mais poderia fazer. Em relação a questão maior sobre como fazer isso, eu não tenho respostas. Acho que o ponto central disto é que nós devemos ouvir. Estou aqui para ouvir e mudar minha perspectiva onde ela está errada. Estou completamente disposto e quero fazer isso”.

As acusações fizeram o New York Times cancelar um evento público que faria com James Franco. O bate-papo trataria do longa Artista do Desastre, que rendeu ao astro o Globo de Ouro. Em comunicado, o jornal diz que o cancelamento aconteceu “dada a controvérsia que rodeia as recentes acusações”.

Veja [em inglês] o depoimento de James Franco:

Publicidade

Fotos: foto 1: Reprodução; foto 2: Divulgação; foto 3: Youtube/Reprodução; foto 4: Reprodução


João Vieira
Com seis anos de jornalismo, João Vieira acredita na profissão como uma ótima oportunidade de contar histórias. Entrou nessa brincadeira para dar visibilidade ao povo negro e qualquer outro que represente a democracia nos espaços de poder. Mas é importante ressaltar que tem paixão semelhante pela fofoca e entretenimento do mais baixo clero popular.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Com 200 anos, árvore mais antiga de SP é danificada por obra